150 anos de turismo de inverno na Suíça

47 Flares Twitter 7 Facebook 34 Google+ 6 Pin It Share 0 47 Flares ×
Gornergrat Matterhorn Zermatt

A espetacular chegada ao Gornergrat, em Zermatt, com vista desbunde pro Matterhorn <3

A “cultura” do turismo de inverno no país começou há 150 temporadas, e tudo por causa de uma aposta em St. Moritz

 

 

 

 

Quem vê hoje a infra-estrutura sensacional das estações de esqui , teleféricos, gôndolas panorâmicas, pistas perfeitas e conexões rápidas com trens para todas as portas de entrada no país mal imagina que toda a história do turismo de inverno na Suíça começou com uma simples aposta.

Mr. Badrutt´s, nosso visionário da aposta

Mr. Badrutt´s, nosso visionário da aposta

Foi na bela St Moritz que, em idos de 1864, o visionário Johannes Badrutt, então proprietário do Kulm Hotel, apostou com um grupo de seus frequentes hóspedes britânicos durante a temporada de verão que a estadia durante o inverno também poderia ser uma ótima maneira de aproveitarem o tempo livre.  Como duvidavam, prometeu a eles o reembolso de suas despesas caso não gostassem do experimento. No final, ninguém pediu o dinheiro de volta: os britânicos gostaram tanto de passar o inverno seguinte por ali que esticaram sua estadia no hotel até a Páscoa.

Os esquis antigos ainda conservados em St Moritz

Os esquis antigos ainda conservados em St Moritz

A bela St. Moritz

A bela St. Moritz

Hoje, St Moritz é um dos mais emblemáticos cartões de visita da Suíça (e dos Alpes, e até da Europa em geral) quando se fala em turismo de inverno.  Acabei de voltar de lá (uma viagem linda, linda, linda a convite do Switzerland Tourism no Brasil) e testemunhar algumas das ações que o destino está promovendo para celebrar estes 150 anos de temporadas de inverno muito bem sucedidas por lá,  como o delicioso festival anual St Moritz Gourmet,  que este ano homenageou justamente a gastronomia britânica trazendo à cidade alguns dos melhores chefs de restaurantes britânicos para cozinhas de nove hotéis da região.

Reto Mathis, a cabeça (e sabor) por trás do St Moritz Gourmet Festival

Reto Mathis, a cabeça (e sabor) por trás do St Moritz Gourmet Festival

Fiquei hospedada no excelente Carlton Hotel, parte da Leading Hotels of the World, que acaba de ser merecidamente nomeado o melhor hotel de esqui da Suíça pelo segundo ano consecutivo nos World Ski Awards – e tem mesmo ótimo serviço e vistas arrebatadoras dos quartos para St Moritz, as montanhas e o lago congelado.

A vista arrebatadora dos quartos do Carlton

A vista arrebatadora dos quartos do Carlton

Também acompanhei o primeiro dia do campeonato mundial de polo Snow Polo World Cup St Moritz, que acontece desde 1985 sobre o lago St Moritz congelado. Mas como a temporada de inverno só termina oficialmente em abril, ainda tem muita neve pra rolar e as comemorações ainda incluem os 1.7km da tradicional Olympia Bob Run com passeios em trenós bobsled de 1939, e diversos outros eventos.

Polo sobre o lago congelado de St Moritz

Polo sobre o lago congelado de St Moritz

Mas nem só de St Moritz vive o inverno suíço. Tive o imenso prazer de retornar à linda-divina-maravilhosa Zermatt, que continuo achando o melhor destino de inverno que já visitei – beleza natural insuperável com o gigante Matterhorn sempre à vista e uma quantidade impressionante de ótimas atrações de inverno mesmo para quem não encara as pistas de esqui e snowboard – do emocionante museu e centro antigo da cidade às lindezas sem fim do alto do Gornergrat e do Klein Matterhorn.  E ainda é simpática e democrática como poucas em seu centrinho na hora de comer, comprar e sair à noite. A  temporada de inverno deste ano também tem outras novidades, como a inauguração do cinema mais alto da Europa,  o Cinema Lounge, dentro do tunel Breithorn do Matterhorn, a 3.883m de altitude.

<3

<3

 

Zermatt = amor eterno <3

E a bela Zermatt também está em festa neste 2015: em julho próximo celebra os 150 anos da primeira (e dramática) conquista do Matterhorn em 1865, a montanha que acabou virando um dos grandes símbolos da própria Suíça – e promete mais um monte de atividades e eventos especiais para celebrar o feito durante os meses  do verão europeu.

Oito horas de UAU nos janelões do Glacier Express

Oito horas de UAU nos janelões do Glacier Express

 

Swiss TrainsPara viajar entre Zermatt e St. Moritz, os sempre ótimos e práticos trens suíços se encarregam de tornar a viagem puro deleite visual para o turista. O Glacier Express (que se orgulha de ser “o trem expresso mais lento do mundo”), por exemplo, faz a jornada mais demorada entre as  duas cidades (quase oito horas de viagem diurna) mas também a mais bela, com imensas janelas panorâmicas nas quais os turistas ficam literalmente grudados, apreciando o desenrolar de picos nevados, lagos congelados, glaciares e outras lindezas da paisagem do itinerário.

St Moritz

Já pode voltar? 😀

 

 

p.s.: para saber mais sobre outras novidades do turismo de inverno na Suíça para esta temporada (que vai até abril), vale ler também minha materinha publicada no jornal O Globo.

47 Flares Twitter 7 Facebook 34 Google+ 6 Pin It Share 0 47 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.