Antártida: fechando o terceiro dia em Petermann Island

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

 Depois que cruzamos o Lemaire, confesso que almocei rapidérrimo para conseguir cochilar um tico antes de começarem a chamar para o desembarque nos zodiacs rumo a ilha Petermann. E o cochilo fez muito bem: desci na ilha já super disposta para a caminhada que fizemos por lá até as partes mais altas.

Recepcionados, como sempre, por… pinguins!

 Caminhamos, pés afundados na neve de novo, entre pinguins Adelie (incluindo filhotes – óoooin) e Gentoos, vimos gaivotas tentando roubar os ovos dos pinguins e como eles tentam defender os ninhos delas e passamos por focas e diversas aves.

Os deitadinhos estão chocando seus ovos
Belo visu do alto
Até nas cores da foto da pra ver que a temperatura estava baixando, não dá? 
veeeeery close encounters 😀

A foca num climão “me deixem, porfaplease!”
Turista australiana no melhor estilo “ei, siga aquele iceberg!!!”

 Mas o melhor ainda estava por vir: depois da caminhada pela ilha, partimos em “cruzeiro” nos zodiacs pelos arredores, entre uma infinidade de icebergs. De novo me encaixei no zodiac pilotado pelo guia John, que é, como eu já disse, o melhor zodiac driver que eu já vi – paciente, esperava a gente o tempo que fosse para que tirassemos nossas fotos.

 Cheio de gracinhas, John perguntou de novo quem queria andar sobre um iceberg, só pra fugir por uns minutos com o zodiac enquanto tirávamos umas fotinhos legais como essa:

 Sem contar que John sabia como ninguém fazer um “rally” entre os icebergs, dirigindo o zodiac rapidão com váaaarias curvas por entre eles.

Com ou sem emoção? Coooooom!!!

 Tudo tão lindo, mas tãaaaaao lindo, que todos os passageiros se convertiam em fotógrafos maníaco-compulsivos ali.

Dos “rallies” no zodiac, fiz vários videozinhos, mas ainda preciso aprender a editar e mexer com isso como se deve. Para não dizer que não falei das flores, deixo um teco de um dos vídeos aqui (de um cruise que ele fez mais devagarinho, porque tinha idosos à bordo, mas ainda assim é legal pra ter uma ideia), sem edição nem nada, só como tira-gosto (e aviso que o que vcs ouvem é o vento contra nosso botezinho).

Que dia!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.