Antártida: terra à vista!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

 Depois de pouco mais de 30h de mar, quando a travessia do Drake já estava suave, avistamos, enfim, nosso primeiro iceberg de tamanho respeitável. Ao longe, é verdade, mas foi só os primeiros passageiros gritarem “iceberg!” para a proa do Polar Pioneer e a ponte de comando ficarem lotadinhas de gente com câmeras, binóculos e afins.

 Sabíamos que aquele era só o primeiro de muitos que veríamos, mas foi um barato ver a comoção que aquele pedação de gelo flutuante causou no barco. Já estávamos super aliviados pelo sacolejo do Drake ter diminuído tanto, as palestras do dia tinham sido super legais e os passageiros todos já estavam muito mais entrosados; então o iceberg foi só festa.

 A partir daquele momento, a proa nunca mais ficou vazia. Mas mais legal ainda foi, no comecinho da “noite” (lá pelas 20h, mas ponho noite entre aspas porque desde esse dia não vimos mais nem um resquício de céu escuro, lua ou estrela até o final da viagem) avistamos de verdade TERRA.

 Não era ainda o continente, mas já dava pra ver no horizonte as montanhas imensas das primeiras ilhas antárticas.

Agora sim a brincadeira estava ficando boa de verdade 😉

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.