Apartamento na Toscana

3 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 2 Pin It Share 1 3 Flares ×

IMG_0551 Voltei ao mesmo predinho onde brinquei de morar em Florença em 2009

 

 

 

 

Em 2009, minha irmã e eu alugamos um apartamento gracinha a literalmente passos do Duomo de Florença e vivemos uma temporada incrível de mais de um mês na primavera Toscana, curtindo a cidade, cozinhando e fazendo bate-e-voltas lindos pela região. A viagem rendeu experiências pessoais incríveis e também algumas das matérias para revistas que estão entre as que mais gostei de escrever.

Apartamento na Toscana

No universo online, quem fez sucesso mesmo foi o apartamento: por causa das menções aqui e no finado Saia Pelo Mundo (meu então blog paralelo no Viaje Aqui), o apartamento virou alvo de cobiça 😛 de muitos turistas brasileiros que até hoje escrevem para o Lorenzo, o proprietário, reservando-o para desde temporadas curtinhas, de 3 dias, até temporadas mais longas, meio sabáticas.

Apartamento na Toscana

O simpatico Lorenzo, na verdade, tem vários apartamentos em Florença – todos extremamente bem localizados (inclusive vários no mesmo prédio). E agora disse que já está mega acostumado com os muitos hóspedes brasileiros que recebe 🙂 Seus apês não são apartamentos de alto padrão (e o decor é geralmente, well, bastante discutível), mas são todos bem completos e funcionais, com todo o básico que a gente precisa durante a estadia – dá pra ver em detalhes todos eles aqui até achar um que tenha mais a sua cara (e a capacidade máxima de hóspedes que você precisa).

Apartamento na Toscana

Os preços, é claro, vão depender do tamanho do imóvel e também da duração da estadia – como em qualquer aluguel de temporada, quanto maior nosso período no local, mais barato proporcionalmente fica por dia (para efeito de comparação, em 2009 pagamos 900 euros por 30 dias num apê para duas pessoas). Só o consumo de eletricidade a gente paga no check out, de acordo com o que aparecer no mostrador.

Apartamento na Toscana

Em 2009, ficamos no apartamento chamado Bruneleschi, uma graça. Bem compacto, mas super funcional – de dia a gente tinha um sofá no cômodo principal, próximo à mesa de refeições; à noite, “puxavamos a parede” e surgia uma cama de casal prontinha por cima do sofazinho. A cozinha equipadissima ficava num cômodo separado e o banheiro era gracinha.

 

Apartamento na Toscana

Desta vez fiquei num bem menos charmoso (Michelozzo B, cujas fotos ilustram o post), mas com um detalhe do qual eu tinha sentido muita falta na outra vez: uma (imensa!!!) varanda anexa – que usei muito agora, por sinal. Ar condicionado excelente, banheiro com chuveiro e banheira, cozinha igualmente equipada (mas embutida no quarto/sala) – só senti falta da máquina de lavar, que quebra mesmo um galhão pra quem leva malas mais compactas como as minhas. E o wifi funcionou ultra bem também.

Apartamento na Toscana

Tudo isso no mesmo prédio, a literalmente passos do Duomo, o principal marco de Florença – a gente sai direto na via dei Calzaiuoli e já vê a gigantesca catedral. Com código de segurança para entrar no edifício à noite, tudo bem organizadinho. Perfeito para ir à pé para todo canto – inclusive para a estação de trem para os passeios bate-e-volta pela região (continuo achando Florença a melhor base possível para se explorar bem a Toscana). Supermercados, cafés, restaurantes, sorveterias, tudo pertissimo.

Apartamento na Toscana

Continuo recomendando MUITO 🙂

 

 

em tempo: vale saber que, além de casais, famílias e grupos de amigos, os apartamentos dos predinhos dele são super disputados por solo travelers.

3 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 2 Pin It Share 1 3 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.