Aquele verão em Paris

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Ficar em Paris por muito tempo, brincar de casinha, ter um “lar” pra voltar toda noite, era um sonho antigo. Sempre achei – e eu estava certa! – que poderia muito bem viver na cidade, que tinha tudo a ver comigo.

Poucos dias depois da minha chegada ao meu studiozinho minusculo na rue des Ecoles eu ja tinha a “minha” padaria, o “meu” mercado, a “minha” feira, dizia bonjour pros vizinhos e pro velhinho da banca, essas coisas. E andava disfarçada mesmo, com a bolsa na mão ou no antebraço, como as parisienses, sacando a câmera em momentos estratégicos, crente que nem dava pinta de turista – me deixa sonhar, si vous plait.


E la ia eu, pra cima e pra baixo, usando o metrô, mas sobretudo andando, andando, andando muito. Eu já conhecia razoavelmente bem a cidade das outras vezes em que tinha estado por ali, mas andar todo dia, looongos trajetos em alguns casos, foi fundamental para conhecer bem melhor, sobretudo a região onde fiquei.

E o mais legal pra mim é que todo dia me paravam pra pedir informações – e o melhor é que eu REALMENTE sabia responder em 90% dos casos! Estava me achando. Perguntavam sobre a rua X, a livraria tal, o metrô, a lojinha Y… de tudo. Mas o mais legal, mas mais legal MESMO, era quando me abordavam com um francês ainda mais sofrível que o meu, com as 3 palavrinhas mágicas que todo mundo aprende quando vem pra cá: “parlez-vous anglais????”. Como os franceses, eu sorria e dizia “oui”. Delírio.

Foram 33 dias maravilhosos, em que me senti plena, me senti vazia, me senti plena de novo, trabalhei muito (alguém precisava pagar aquele aluguel astronômico por uns mínimos metros quadrados, oras!), passeei muito, aproveitei muito. E tá chegando a hora de dizer adeus – ou melhor, até a próximo, au revoir!

Então com licença que eu ainda preciso dar mais umas voltinhas pela “minha” Paris. Bisu.
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.