Brasserie Bordelaise: um jantar modernex em Bordeaux

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×
A fachada normalzinha esconde o interior gigantão

 Na última noite em Bordeaux, fomos jantar bem no centrinho da cidade antiga, num dos endereços que mais aparecem nas reviews “internéticas” sobre a cidade: a Brasserie Bordelaise.  É um dos marcos da cozinha “sud-ouest” francesa, sempre super bem avaliada pelos críticos gastronômicos, então valia a pena testar.

Um dos 2 salões do restaurante

 Ela fica bem na muvuca da cidade, e ainda por cima era sábado à noite; estava lotada! Por fora, parece um restaurante pequenininho, mas é imenso, contando com dois pisos bem grandinhos. Optamos por uma das mesonas do piso inferior que ficam voltadas para a cozinha. Ali, o local parecia muito mais um restaurante espanhol ou italiano que francês, com tanto blablablá no último volume 🙂

Água, manteguinhas, pãezinhos e salaminhos no couvert

 O ambiente é gostoso, bem informal, perfeito para ir num grupo de amigos. O serviço deixa bastante a desejar, sendo muito mais parecido com um serviço de bar que de restaurante propriamente dito: apressado, um pouco descuidado e desatento. Mas a comida é bem boa e a carta é consistente.

A tortinha bordelaise mais parece uma tortilla espanhola incrementada
Desfocadaço, mas um dos melhores embutidos da viagem

 Pra começar, pedimos umas porçõezinhas pra petiscar e dividirmos entre todos, e estavam todas excelentes.

Frios, picles e embutidos misturadinhos

 Mas a casa é famosa mesmo pelas carnes “à bordelaise”, então quase todos à mesa pedimos a dita cuja, em diferentes estilos. Eu fui de mignon com foie gras selado e aprovei (faltava um pouco mais de tempero à carne, mas combinado com o foie ficou tudo muito bom).

Foi uma noite de boa comida, bem divertida e absolutamente no frills. Recomendo mucho 😉

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.