Chandon: menu harmonizado com espumantes

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

 Visitar a Chandon Argentina foi uma grata surpresa em varios aspectos. Primeiro de tudo, pela visita em si: mais de uma hora de andancas pelas instalacoes da bodega, acompanhadas de explicacoes absolutamente pontuais e clara, das melhores que ja ouvi na vida.

 O grupo era pequenininho (eramos apenas quatro mais a guia), entao tivemos um atendimento bem personalizado mesmo. E tudo isso por 15 pesos, uma maravilha.

 Olha a sala de degustacao, que graca. A casa principal eh decorada com um bom gosto notavel, da recepcao `a lojinha, tudo lindo.

 Encerramos a visita com a degustacao, claro – primeiro, do vinho que da origem aos espumantes da casa, e depois de dois tipos de espumantes diferentes (alias, sao mesmo diferentes da Chandon brasileira)

 Mas nao queria terminar por ali. Afinal, tinha visto ja o menu degustacao oferecido no pequeno e charmoso restaurante da casa, o Restaurante (!), todinho harmonizado com os espumantes da casa. No minimo surpreendente, va. E foi mesmo.

Seis passos, da entradinha `a sobremesa, todos deliciosos; e todos, todos, todos, harmonizados unica e exclusivamente com os diferentes tipos de espumantes da Chandon, incluindo o Cuvee Reserve. Pra ser bem honesta, o unico prato que nao me cativou muito foi o principal – mas tenho que ser franca que ate com a carne o espumante estava indo bem. Acabei sendo, no saldo final, genuinamente surpreendida ao ver como se pode, sim, fazer uma refeicao (elaboradissima, diga-se de passagem) inteirinha acompanhada por espumantes e nada mais. Pra copiar em casa.

O melhor de tudo? A conta final do almoco harmonizado completo: 170 pesos por pessoa 😉

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.