Chichen Itza – legal ate debaxo d’ agua

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Com o tempo ruim pra caramba em Cancun – e a previsão de piora séria nos dias seguintes – resolvi encarar Chichen Itza mesmo debaixo de um toró. E o veredito: as ruínas são legais até debaixo d´agua. 🙂

Dá pra perceber o quanto chovia pelo modelito do pessoal…


O parque das ruínas é programa para um dia inteiro. O passeio acabou seriamente comprometido pela chuvona que não deu descanso – tem uma hora que cansa andar debaixo do toró, sem conseguir fotografar direito. E nem pode mais subir na pirâmide! Humpf.

Eu sei que uma não tem a ver com a outra, mas eu gostei mais, e de longe, de Teotiuacán. Mas que Chichen é definitivamente um must go para quem está em Cancun… ah, isso é. Encare as três horinhas de viagem pra ir e outras três para voltar, ou passe uma noite em Mérida para diminuir o cansaço, mas não deixe de conhecer.

Minha sugestão é: ao invés de se submeter aos preços estratosféricos cobrados pelas agências de viagem, vá de ônibus circular (passa por todo o Boulevard Kukulkan na zona hoteleira e custa pouco mais de um dólar ida e volta) até o terminal de ônibus ADO e lá tome o ônibus (menos de 30 dólares ida e volta) que te deixa dentro do parque.
A entrada para o parque custa cerca de 10 dólares. Acredite: somando tudo, não dá metade do preço cobrado pelas agências. O único inconveniente é que só existe um horário pra ir (9h) e um pra voltar (16h30), o que te dá exatas 4h3o pra curtir o local.
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.