Cirque de Soleil: eu também fui!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Antes do post do Carnaval (atrasado!) e do do cruzeiro Bem-Estar (atrasadíssimo!), tenho que postar uma coisa fresquinha: fui ontem assistir ao espetáculo Alegria, do Cirque de Soleil. A música, excelente o tempo todo, é o ponto alto do espetáculo, na minha opinião – toooodo mundo ficou esperando a hora em que ia ser cantado “Alegrrriiiia…” – e metade do público saiu do show assobiando a melodia…
O mais bacana é o clima de circo de verdade – luxuoso, claro – mas com tenda, pipoca, algodão doce e maçã do amor. E, claro, palhaços entre uma acrobacia e outra – a última esquete da dupla é absolutamente hilária. Trapezistas, acrobacias mil, contorcionistas mongolianas incríveis, artistas fazendo malabarismos com fogo… tem atração para tudo quanto é gosto.

O espetáculo é lindo e de uma técnica impressionante – ainda que um dos trapezistas do último número tenha caído (na rede de segurança, é claro). Mas… posso ser franca? Eu me decepcionei um pouquinho. Um pouquinho só, é claro; mas de alguma maneira eu esperava mais, não sei. Me surpreendi muito mais no Blue Man, por exemplo. Este foi o primeiro Cirque de Soleil que eu assisti, mas tinha a sensação de que ia sair de lá achando que tinha visto o melhor espetáculo da minha vida – ainda mais com precinhos tão salgadinhos.
Ainda assim, reitero: é diversão do melhor tipo, recomendada pra qualquer pessoa, de qualquer idade.
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.