Comida típica – Street food

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Sim, comer em barraquinhas de rua não é o hábito mais seguro da sua viagem. Mas pode ser interessante – e, sejamos francos, comida de rua é mesmo parte da viagem, não? Para conhecer de verdade um destino, nada melhor do que agir como os locais fazem. Desde os tradicionais hot dogs de Nova York , passando pelo fish’n chips de Londres , as crepes em Paris e até os rolinhos de Bangkok, a comida de rua reflete bem o espírito da cidade e do país. Claro que não vale a pena arriscar: entre onde tem fila de gente do lugar; quem mora na cidade não vai comer duas vezes num local que o fez passar mal, certo? Algumas sugestões de boa street food:

– PANCHOS (Calle Lavalle) Buenos Aires, Argentina: sim, o país é tradicional por suas carnes e tem diversas opções de restaurantes de altíssima qualidade. Mas seus tradicionais panchos (hot dogs com molhos e complementos dos mais diferentes, como repolho, mostarda marrom ou cebola) fazem muitíssimo sucesso entre os moradores e matam a fome no meio do passeio.- BANH TOM (Old Quarter) Hanói, Vietnã: por apenas 1 dólar, você prova o delicioso bolinho de camarão e batata doce.
– CHAAT (Linking Rd) Mumbai, Índia: pimentão verde e naan, o famoso pão indiano, por meros 0,50 de dólar.
– CHAR SIEW (Wellington Street) Hong Kong , China: churrasco de carne de porco com alface e pepino, por 1 dólar.
– ESCABECHE (Mercado Jamaica) Cidade do México, México: os famosos legumes picantes em conserva podem ser encontrados em qualquer barraca deste mercado, em geral acompanhando tacos ou empanadas, por 4,50 dólares.
– NUA PRIK THAI NAHM JIM (Chatuchak Market) Bangcoc, Tailândia: o mais famoso mercado da capital tailandesa é o melhor lugar para provar este espetinho de carne com pimentas verde e branca, por 1 dólar. Peça também um trio de rolinhos primavera pelo mesmo valor.
– PICARONE (Parque de la Muralla) Lima, Peru: além do tradicional ceviche (que costuma ser melhor nos restaurantes), não deixe de provar esta rosquinha de batata doce e abóbora, que vem acompanhada de calda doce, por menos de 1 dólar.
– SAMAK A-SARDEEN MI’LAAQ (Ponte de Galara) Istambul , Turquia: a famosa ponte turca tem vários vendedores desta sardinha fresca, com diferentes recheios. Normalmente vendida por quilo, por volta de 7 dólares.- GYROS PITA (bairros de Plaka ou Psirri) Atenas, Grécia: é possível encontrá-los por toda parta, mas os melhores estão em Plaka, enormes, por 2 euros.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.