Comida típica

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Ainda falando em comida… nham nham… alimentação é um quesito que gera muita controvérsia entre viajantes. Tem gente que acha que viajar significa comer bem e que isso quer dizer frequentar só bons restaurantes o tempo todo. Tem gente que acha que comida nao é tão importante num passeio e que, em nome de visitar tudo, deve-se trocar as refeições típicas por lanches em fast food. Outros pensam que todo viajante tem que provar a comida típica do país, seja ela qual for, pra conhecer de verdade o país. Conheço gente que não pede nada que não consiga entender no cardápio e gente que só pede aquilo que não conseguiu decifrar do cardápio… Eu, particularmente, acho que as experiências gastronômicas fazem parte da cultura do país e conhecê-las é importante para a impressão geral do viajante sobre o destino. Mas é preciso buscar um equilíbrio: não dá pra passar a viagem correndo atrás dos restaurantes indicados nos guias, que nem louco, e passar batido em atrações legais só pra dizer que provou isso ou aquilo. Mas também não dá pra comer só McDonalds porque o real não vale tanto assim. Imagina uma viagem à Argentina sem alfajores, Uruguai sem a tradicional parillada, França sem o creme brulée, crepe ou steak au poivre, Itália sem pizza, Portugal sem bacalhau e vinho do Porto… dá pra viajar assim? Dá, claro que dá, mas perde grande parte da graça. Não consigo imaginar ir à Tailândia e não provar aquele monte de delícias culinárias que eles têm. Tive experiências gastronômicas incríveis em viagens, sem ir à bancarrota (não mesmo!), e unindo o útil ao agradável, tipo comer moussaká em Atenas num restaurante do bairro de Plaka com vista inesquecível para a Acrópole. E, particularmente, não me lembro de nada que eu tenha comido que tenha odiado ou preferido esquecer (ainda que tenha deixado de lado vários itens da parillada, que eu não fazia a menor idéia de onde vinham).
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.