Comidinha boa em Pontremoli: Caveau del Teatro

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×
O Castelo de Bagnone visto da cidade baixa…

 Pontremoli e sua vizinha Bagnone não são vistos pela maioria como destinos toscanos em si. Ambas cidades, vizinhas, são pequenininhas, daquelas que a gente percorre in-tei-ri-nhas em duas ou três horas. Por isso mesmo, são bem boas para quem está na estrada, com carro alugado e tempo de sobra para dar aquelas adoráveis paradinhas aqui e ali, na cidade que quiser.

… a cidade baixa em si. 

Pontremoli à noite 

 O que vale mesmo numa eventual paradinha por ali é almoçar ou jantar no fofo e descompromissado restaurante Relais Caveau del Teatro, em Pontremoli. Foi o que eu fiz.

 Ali, os irmãos proprietários, Amedeo e Fernanda cuidam de tudo, da cozinha às mesas – e Amedeo é um craque no quesito “simplicidade delicosa”.

Polentinha com funghi a perder de vista

 A comida tem jeitinho bem caseiro, tanto na apresentação como no sabor; bem sem frescuras, chega à mesa pelas mãos dos próprios donos, que dão aquela explicadinha básica sobre o preparo do prato.

Peça qualquer antepasto que venha com a ricota de cabra da casa, di-vi-na

 O ambiente interno é pequeno – mesmo! – mas bem aconchegante. Tem também uma “terraza”, mas por dentro é bem mais “italiano” 😉

Olhaí os irmãos sorriso

 Que me perdoem os puristas, mas eu nem gosto de zabaione. não curto nada que leve muito ovo, a bem da verdade. Mas o zabaione da Fernanda é tão famoso que não tinha como não provar. Ela prepara ali mesmo,  na frente de cada mesa, ainda contando sobre cada ingrediente que acrescenta ao creme. E serve quentinho, quentinho, para deleite dos fãs daquela gemada dominical da infância 😉

Porque a simplicidade também pode ser encantadora, não é mesmo?
Anote aí, que vale o desvio.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.