Como organizar seu orçamento de viagem?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Uma dúvida comum a todo tripulante de primeira viagem é quanto levar em dinheiro para se manter durante as férias. Essa pergunta nunca pode ser facilmente respondida porque depende do estilo, do tipo de viagem e das possibilidades (leia-se $$$) de quem viaja. E depende, é claro, do destino. Quem viaja à Tailândia certamente precisa de muito menos verba disponível que quem viaja à Inglaterra – pelo menos para manter-se por lá. Da mesma forma que quem viaja para morar ou estudar tem que incluir no seu orçamento custos diferentes de quem viaja só a passeio (como aluguel, mensalidades, supermercado etc).
Antes de mais nada, é preciso calcular as suas necessidades na hora de fechar seu orçamento. Saber quanto seu amigo gastou numa viagem X é bom como referência, mas não pode ser regra; orçamento é algo extremamente pessoal e intransferível. De qualquer maneira, vale a pena investir num cartão de crédito internacional, cash e uma reserva em travellers checks ou cartões pré-pagos, como o VTM. O melhor de tudo é ter dinheiro em espécie, claro; mas não vale a pena se arriscar andando por aí com grandes somas de dinheiro no bolso. Ainda assim, sempre vale a pena levar dinheiro na moeda do país visitado já ao sair do Brasil, suficiente para pelo menos os primeiros dias. Hoje em dia, muitos estabelecimentos aceitam facilmente cartões de crédito e vários aceitam também os cheques de viagem. As compras efetuadas com cartão de crédito são taxadas em IOF (2% do valor) mas compensam, pois o câmbio é sempre feito com a cotação oficial da moeda, enquanto nos cheques e no VTM paga-se a cotação turismo. Já para os saques, os cartões de crédito não são aconselháveis, pois cobram tarifas altíssimas por cada saque.
Lembre-se sempre que o valor em alimentação, transporte e entradas para as atrações varia muito de um país para outro, ainda que vizinhos. Assim como um mês de aluguel num apartamento bastante simples pode custar o dobro num país vizinho.
Monte seu planejamento assim:
1) Defina destino, quantidade de viajantes e período de tempo – some hotéis, vôos, traslados, seguro e passeios básicos e coloque tudo numa planilha.
2) Pesquise muito sobre seu destino, dentro de suas preferências: valores médios de restaurantes, ingressos para atrações, transporte público, passeios, shows, vida noturna etc.
3) Como imprevistos – bons e ruins – sempre acontecem, já acrescente no seu orçamento, antes de partir, uma verba extra para emergências.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.