Compras em Buenos Aires

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×
Queridona dos brasileiros, a Farmacity já não é mais tão sedutora quanto antes

Eu falei num post de ontem e também na 5a. lá no Saia pelo Mundo que, pessoalmente, não acho que Buenos Aires ainda valha para compras por compras. Os preços subiram muito por lá e, transformando os pesos em reais, já não é mais tão atraente quanto há uns 2 ou 3 anos.
Mas, ainda assim, um monte de gente me escreveu pedindo dicas de compras em Buenos Aires. Dos outlets na Córdoba e em Villa Crespo (que vão muito além da Nike, btw), das lojas espalhadas em Palermo e dos grandes shoppings (em Buenos Aires são vários, como Paseo Alcorta, Alto Palermo, Patio Bullrich etc, e o meu preferido, Buenos Aires Design), para os fanáticos por compras tem de tudo. A Calle Florida é que,   inflacionadíssima, está cada vez mais vazia – ok, abriria uma exceção para as compritas de casa da Falabella.
O que eu curto mesmo em Buenos Aires são as coisinhas de design. As papelarias, as livrarias, as lojinhas de estilistas mais desconhecidos para nós que guardam adoráveis surpresas para quem gosta de coisinhas de escritório e enfeites para a casa como eu. A papelada colorida da Papelaria Palermo, os apetrechos divertidos da Calma Chicha, os achadaços da Bond Street, isso eu curto muito.
A Farmacity tem preços menores que no Brasil para os cosméticos importados; mas mais caros que os mesmos produtos em farmacinhas da Europa e dos Estados Unidos. Não vale mais a pena ir com muita sede ao pote ali, não.
Para alfajores e vinhos, no fundo, o melhor lugar para comprar hoje são os supermercados – e em Buenos Aires sempre haverá um Coto perto de você :-)))) Aproveite para experimentar, no quesito alfajores, marcas menos conhecidas no Brasil, mais baratas e igualmente deliciosas – como os ultra populares Jorgito. Para os vinhos, a vantagem da Winery é ter os rótulos mais tchans, que os supermercados não têm, e entregar tudo direitinho no seu hotel, trabalho zero. Um adendo: na viagem de agora, encontrei todos os preços de vinhos e alfajores no free shop em Ezeiza mais caros que nas lojas da cidade.
Para quem procura comprinhas diferentes, coisinhas bem porteñas e interessantes, recomendo checar sempre o blog My Villa Crespo, que tá sempre atualizadíssimo.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.