Compras em Montevidéu

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Shopaholics costumam voltar bem felizes da capital uruguaia. Bom, Montevidéu não é nenhuma meca do consumo, nem tem preços de roupas, tênis e objetos de decor tão camaradas quanto a vizinha Buenos Aires. Mas que tem preços, em geral, bem inferiores aos praticados aqui no Brasil para essas mercadorias, isso também é uma verdade.

* O grande point do consumo de brasileiros por lá é o Punta Carretas Shopping, no bairro de mesmo nome. O shopping é grande, interessante e bom uma bela variedade de lojas, de roupas e  calçados e a brinquedos e utensílios domésticos – mas não espere encontrar lá grandes pechinchas em eletrônicos, por exemplo.  O centro comercial mais antigo, o Montevidéu Shopping, é beeeem caidinho na minha opinião.

*As ruas do centro são boas para comprar livros – e suas lojas de malas e afins também têm preços bem interessantes. Alfajores e vinhos devem, definitivamente, ser comprados em supermercados ou mercados, como o Tienda Inglesa, que têm preços bem inferiores aos do free shop, por exemplo.

*A feirinha de artesanato da calle peatonal que acontece no centro aos sábados e domingos (de umas 10h até o final da tarde) é uma graça e um belíssimo passeio, mesmo para quem não planeja comprar nada. Entre lembrancinhas uruguaias, bijoux, artesanato e antiguidades, ainda rolam pockets musicais e performances bem bacaninhas.

*Para os fanáticos por free shop, seguinte: os preços não são dos mais interessantes, não. Vinhos e alfajores, que são o alvo da maioria, são razoavelmente mais caros que nos supermercados e lojas da cidade. E vale saber que a loja de saída é bem menor e bem mais limitada que a loja de chegada em Montevidéu.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.