De carro na África

47 Flares Twitter 3 Facebook 38 Google+ 6 Pin It Share 0 47 Flares ×

DSC_0399 Na vibe “ao vivo”, o comecinho da minha primeira viagem de carro pela África do Sul

 

Vocês sabem que eu adoro a África do Sul. De 2010 (quando pela primeira vez visitei o país) para cá, já estive por essas terras quatro vezes. E decidi voltar aqui para celebrar meu aniversário, que acontece em meados desse mês de outubro, mas de uma maneira diferente: numa roadtrip com amigas.

Começamos na quarta-feira cedo, assim que cheguei em Joanesburgo (Joburg ou Josie para os íntimos), já pegando um carro de aluguel da Avis no próprio aeroporto. De lá, rumamos direto para as savanas sul-africanas mas para ficar num bush lodge com uma proposta diferente: o Botse-Botse. Esse não é um game lodge tradicional, é apenas um bush lodge  (fofo, pequenininho, com apenas quatro quartos), com preços bem mais razoáveis que os cobrados pelos game lodges que funcionam em sistema tudo incluído. Ali você tem café da manhã e jantar de 3 passos incluído todos os dias (e muffins, cookies, café, chá etc  também), mas pode customizar sua estadia contratando serviços terceirizados disponíveis nos arredores, seja de game drives (safáris), interação com animais selvagens, spa, golfe, o que bem entender. Os safáris foram menos interessantes que os que fiz no Kruger e no Great Kruger em viagens anteriores, verdade seja dita, mas a experiência no hotel foi bem legal – fomos mimadíssimas pelas fofas 3 funcionárias e também pelo jovem chef.

África do Sul

Depois seguimos para a  região de Eastern Free State e paramos por uma noite no também fofo Oaklands Country Manor. Inicialmente, essa paradinha nem estava no nosso roteiro, mas optamos por ela porque a perna até o litoral seria surreal, com umas 13h de estrada de uma vez. A propriedade é meio um hotel fazenda (também conhecido nacionalmente por causa dos campeonatos de pólo que sedia) encravado no meio de um vale, rodeado por montanhas, trilhas e vistas lindíssimas até o rio. Adoramos; se tivéssemos mais tempo, até ficaríamos outra noite.

Ontem à noite chegamos, depois de um dia todinho na estrada, à beira do rio Mngazi, já em Eastern Cape, no Umngazi River Bungalows&Spa, um dos mais tradicionais resortões sul-africanos.  Depois dos dias muito quentes e ensolarados no norte, aqui chovisca e venta horrores, mas, enfim, estamos tendo um dia de relax depois de tanta estrada e aventuras 😉

O rio Mngazi (ou Umngazi) encontrando o litoral

O rio Mngazi (ou Umngazi) encontrando o litoral

Não foram necessários mais que esses cinco primeiros dias de viagem para percebermos que nosso plano tem simplesmente too much road for a road trip. De quarta até hoje, passamos quase 20h nos locomovendo entre os destinos que visitamos (ontem passei mais tempo dentro do carro que dentro do avião que me trouxe de São Paulo a Joanesburgo!) e tem muito mais open road pela frente. Mas, como diria um amigo meu, vamos que vamos que tá tudo beleza :mrgreen:  Até porque, graças às amizades sul-africanas, felizmente estou sendo poupada de ter que pegar no volante do lado direito do carro e estou só curtindo a beleza das paisagens e o pitoresco dos vilarejos que passam pelo nosso caminho 😉

Amanhã avançaremos até a região das fontes termais e ainda tem muito, muito mais África do Sul diferentona pela frente. As infos up-to-date dessa viagem estão rolando ao longo do dia via  twitter, assim como fotinhos mil entram todos os dias no meu instagram (passa lá 😀 )

47 Flares Twitter 3 Facebook 38 Google+ 6 Pin It Share 0 47 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.