Eurodisney a 2×1 no verão

17 Flares Twitter 5 Facebook 7 Google+ 5 Pin It Share 0 17 Flares ×

Disneyland ParisAinda dá tempo de aproveitar a promo da Disneyland Paris

 

 

 

 

Aproveitei a vinda da minha irmã para uma semaninha comigo aqui em Paris neste agosto para fazer algo que desde 2002 (ohlala!) eu não fazia: esticar um dia até a Disneyland Paris, conhecido popularmente como Eurodisney. E com um atrativo extra: durante todo o verão, a gente paga o ingresso promocional para um parque e pode visitar os dois no mesmo dia (até 13 de setembro, desde 47 euros por adulto).

Disneyland Paris

Chegar lá é bem fácil: basta ir a qualquer estação de metrô de Paris conectada com o trem RER A e tomar o trem que vá a Marne-la-Vallée/Chessy (na estação, nos luminosos presos ao teto, dá pra ver certinho se o trem que chega vai até lá ou não). Eles passam com razoável frequência e a viagem é bem tranquila; da estação Nation, bem no centro de Paris, são 35 minutos até literalmente a entrada dos parques. Tá incluído na zona 5 do NaviGo e a gente pode comprar bilhete avulso nas maquininhas e bilheterias de qualquer estação de metrô bem facilmente.

Disneyland Paris

Fomos num sábado, que acontece de ser também o dia mais cheio, mesmo durante as férias escolares. Mas estava até menos lotado do que eu supunha: pegamos um pouco de muvuca na entrada e algumas filas bem longas, mas ainda assim aproveitamos muito e até repetimos as montanhas russas mais legais (como Aerosmith, Space Mountain etc) –  e o uso do Fast Pass foi essencial em algumas atrações para poupar tempos surreais nas filas.  E fizemos até atrações mais “infantis” no tempo livre, inclusive a fofíssima atração Ratatouille, que só existe no parque em Paris.

Disneyland Paris

Disneyland ParisDisneyland Paris

Para quem vai com crianças pequenas, acho que fazer os dois parques no mesmo dia, mesmo que não sejam muito grandes e sejam literalmente vizinhos, fica puxado para os pequenos. Mas para quem, como nós, quer mesmo só alguns brinquedos específicos, vale bastante – pegamos apenas uma fila de mais de uma hora (na primeira ida à Big Thunder Mountain, cuja organização estava mesmo caótica) e conseguimos fazer, à exceção do Crush´s Coaster que não voltou dos reparos, todos os que queríamos. Todas as montanhas russas, simuladores e brinquedinhos mais ousados (terminamos no ótimo RC Racer, que eu nem conhecia). Só não vimos nenhum show, porque não estava mesmo nos nossos planos – queríamos mesmo um tico de adrenalina e risadas mil. Entre uma coisa e outra, ainda deu tempo de almoçar fast food num dos parques, relaxar nas xícaras da Alice e no carrossel 😀 e jantar rapidinho no Disney Village à noite antes de pegar o trem de volta à Paris (com status mortas com farofa, é claro).

Disneyland ParisDisneyland Paris

Depois de ter visitado os parques de Orlando nos dois últimos anos, desta vez notei uma grande diferença no parque parisiense. Não se trata somente de tamanho e da quantidade de atrações; vários brinquedos entraram em manutenção ao longo do dia e não voltaram mais e também senti falta da limpeza, da organização e, sobretudo, da felicidade estampada na cara dos funcionários, algo que é uma constante contagiante nos parques de Orlando (em Paris, fez MUITA falta – havia muitos funcionários desanimados e outros bastante estressados, uma pena).

Como resistir? <3

Como resistir? <3

Disneyland Paris

Mas, é claro, nos divertimos MUITO. E seguramente iríamos de novo. Continuo achando uma escapada bem factível (e muito divertida) para quem vai a Paris com bastante tempo 😉

 

Em tempo 1: com crianças pequenas, vale pegar o RER de volta a Paris antes do fechamento total dos dois parques (o Walt Disney Studios fecha antes) para evitar os trens super lotados e ter que fazer a viagem a Paris em pé.

Em tempo 2: explicações esmiuçadinhas sobre antes, durante e depois da escapada parisiense à Disneyland Paris você encontra neste post da Andreza Dica e Indica.

17 Flares Twitter 5 Facebook 7 Google+ 5 Pin It Share 0 17 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.