Fazer as malas

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Véspera de feriado, quase embarcando pra Buenos Aires, hora de fazer as malas.Para muitos, uma tarefa ingrata, interminável, preocupante. Para mim, uma delícia, parte integrante e fundamental da viagem. Essa viagem é curtinha, mas mesmo quando é longa, pra mim não tem segredo nem stress, não: sei certinho o que levar, embora fique sempre com aquela pulguinha atrás da orelha, achando que esqueci alguma coisa. Separo as roupas que quero levar em cima do sofá; retiro 30% e levo o resto. Procuro escolher só peças que combinem entre si; biquíni vai sempre na bagagem, mesmo que seja invernão (vai que rola uma piscina térmica???). Chinelo também, pelo menos pro quarto do hotel. Sapatos: normalmente, levo 3, às vezes 4. Não sou megaeconômica, mas também não sou compulsiva, não. Confortáveis, mas também um de saltão pra de noite. Tênis só em último caso, porque uso só pra academia (e normalmente ela não faz parte dos meus planos pra viagem). A necessaire já fica pronta, sempre, completinha, e levo sempre a mesma coisa, seja viagem curta ou longa, inverno ou verão, Brasil ou exterior. A farmacinha também, com analgésicos, band-aids e vitamina C, entre outras cositchas. Meias, lingerie, roupa íntima, camisola ou pijama. Acessórios (vááááários) e maquiagem. Máquinas fotográficas, cartuchos, pilhas e recarregadores. Celular e recarregador. Mapinhas, vouchers, passaportes, passagens e anotações pessoais. Óculos de sol (dois pelo menos), lente de contato e lente sobressalente. Pronto. Fácil, não?

Translated by Google
Holiday eve, almost going to Buenos Aires, it’s time to make the luggages. For many, an ungrateful, interminable, preoccupying task. For me, a delight, integrant and basic part of the trip. This trip is very short, but even when it is long, it has no secret or stress to me: I always know what to take. I separate the clothes that I want to take on the sofa; I remove 30% and I take the remaining portion. I choose clothes that match between themselves; biquíni always goes in the luggage, even in the winter (what about a thermal swimming pool?). Slipper also, at least to the hotel. Shoes: normally, I take 3, sometimes 4. I am not supereconomic, but also I am not compulsory, not. Comfortable, but also one of saltão pra of night. Sneakers just in last case, because I use only for gym (and normally it is not part of my trip plans). Necessaire is always ready, always, full, and I always take the same things, either short or long trip, winter or summer, Brazil or abroad. Farmacinha also, with analgesics, band-AIDS and vitamin C, among others. Stockings, lingerie, close clothes, nightgown or pyjamas. Accessories (a loooooooooot) and make up. Photographic machines, cartridges, stacks and rechargers. Cell and recharger. Maps, vouchers, passports, tickets and personal notes. sunglasses (two at least), contact lens and surplus lens. Ready. Easy, don’t you think?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.