Genebra

3 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 1 Pin It Share 2 3 Flares ×

GenebraDiscreta, cosmopolita e democrática, Genebra é mesmo imperdível

 

 

 

 

Nunca entendi direito os senões que muito brasileiro tem com Genebra. E já escrevi outras vezes aqui sobre isso. Gostei de Genebra de cara, mesmo na primeira visita, chegando numa noite gélida de primavera, sexta-feira, com a cidade aparentemente vazia. E a cada visita fui desenvolvendo um afeto ainda maior – como não amar uma cidade rodeada pela beleza estonteante dos Alpes?? – e descobrindo cada vez mais um destino que sabe ser vibrante e contemporâneo na medida.

GenebraGenebra

Foi-se o tempo que Genebra era um sisudo centro financeiro. Localizada a meras 3h de trem rápido de Paris e hub aéreo de low costs, acho a cidade sempre um programaço para escapadas  – inclusive pré e pós esqui nos Alpes durante o inverno. Mas, é claro, é no verão que Genebra literalmente pulsa e se entrega de bandeja para o turista, com o imponente Mont Blanc dando as caras no horizonte nos dias de céu mais limpo.

GenebraGenebra

GenebraGenebra

Para o turista, os atrativos da cidade refletem bem sua população impressionantemente heterogênea e internacional, do centro antigo (cheio de segredos, como galerias cobertas de inspiração parisiense) aos bairros mais hipster como Carouges, da vida à beira do lago (com direito a barcos, lanchas, praticantes de SUP e banhistas) às vinícolas dos arredores (incluindo degustações com vista para os Alpes e a possibilidade de explorar os vinhedos em bike elétrica). Explorar a cidade é fácil à pé, em bikes ou através do excelente sistema de transporte público local (100% gratuito aos turistas que se hospedam na cidade).

Genebra

GenebraGenebra

GenebraGenebra

Durante os meses mais quentes, as ruas ficam mais cheias dia e noite e rolam atividades paralelas de entretenimento, como parque de diversões à beira do lago, mercados e festivais de música imensos. E seus cafés, bares e restaurantes cheios de bossa ganham mais charme, inclusive com versões estilo rooftop (como o asiático com vista panorâmica para os Alpes no alto do incrível edifício do Four Seasons Geneva). Sem falar no charme de hotéis como o icônico La Réserve Genève (cujos hóspedes são levados e trazidos ao centro de Genebra em charmosas lanchas de inspiração veneziana, dia e noite, sem custos) e o adorável Hotel President Wilson (parte da Luxury Collection, às margens do lago e cheio de histórias de políticos e celebridades).

GenebraGenebraGenebra

GenebraGenebra

Super family friendly, a cidade lançou agora o programa “Forever Young”, com ofertas especiais de acomodação e mais benefícios para os chamados baby boomers (turistas com mais de 55 anos de idade). Através do “Easy Pass”, que custa 29 francos suíços por dois dias, os visitantes têm acesso a atividades como tours guiados, entradas a museus e cruzeiro no lago, além de walking tours gratuitos na cidade antiga aos sábados. Belíssima sacada.

GenebraGenebra

Já pode voltar?

3 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 1 Pin It Share 2 3 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.