Hotel review: Apex City Hotel, Edimburgo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

 Como fui e voltei de Edimburgo às Highlands, por questões logísticas de voos e tal, acabei aproveitando para ficar em hotéis diferentes na capital escocesa. Já contei aqui sobre o hypadérrimo Missoni e agora é hora de falar do prático e funcional Apex City.

 Essa unidade (o hotel faz parte de uma rede grandinha, com vários hotéis na cidade) fica super bem localizada em Old Town: em Grassmarket, que é a rua dos barzinhos e agitos noturnos de Old Town, a meia quadra dos bistros e lojinhas da Victoria Street e a duas quadras da Royal Mile, já bem pertinho do castelo. Quem curte os Citysightseeing Buses também se dá bem ali: um dos pontos de hop on/hop off fica praticamente em frente ao hotel.

 O Apex tem quartos com um design contemporâneo mas bem sóbrio, tanto nas cores quanto nas linhas retas. Os quartos não são grandes mas têm espaço suficiente, inclusive para guardar a mala; e alguns deles têm vista para o castelo, mesmo na categoria mais simples, como o meu. Os banheiros são bem legais, com bastante espaço e luminosidade, e as amenities são da Elemis.

 O meu quarto tinha vista para a rua e, como cheguei em plena sexta-feira, a noite do auê por excelência em Grassmarket, encontrei providenciais protetores auriculares na minha cabeceira logo que entrei no quarto.

 Eu já estava feliz da vida com a vista; mas achei de uma baita delicadeza deixarem isso já de antemão, antes que o hóspede tenha que pedir.

  O toque fun da hospedagem foi o patinho de borracha deixado na banheira – uma mania que está virando febre mesmo em algumas redes 😉

 O café da manhã pode estar incluído na diária ou não; depende do deal da reserva; mas tem um buffet bem elegante e ainda opções de pratos quentes, de omelete a full scottish breakfast, à escolha do freguês.

full scottish breakfast: só para os (muito) fortes

O wifi é gratuito e funciona razoavelmente bem, inclusive nos quartos, e há um computador com impressora no segundo andar à disposição dos hóspedes para uso rápido, como fazer web check in e imprimir seu cartão de embarque.

A vista dos quartos com a janela volatada para Grassmarket = 3>

Não há serviço de abertura das camas nem nada do gênero; tampouco há concierge e a recepção também deixa bastante a desejar em termos de informações sobre a cidade. Mas o serviço nos quartos e no café da manhã é simpático e eficiente e as ofertas de quartos desde 73 libras são mesmo um ótimo custoXbenefício.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.