Hotel review: Arakur Ushuaia

85 Flares Twitter 4 Facebook 76 Google+ 4 Pin It Share 1 85 Flares ×

DSC_0869 O fim do mundo ganhou mais charme e consistência hoteleira com a abertura de seu mais novo hotel

 

 

 

 

 

Desenvolvi um afeto muito particular com Ushuaia, que vai além da beleza surreal que envolve a cidade. Na primeira visita, a trabalho, prestes a embarcar num cruzeiro a Punta Arenas, minha mala não chegou e gastei a maior parte do tempo que eu tinha para conhecê-la, embasbacada com tanta beleza, indo atrás de comprar bota e roupa térmica para aguentar os dias vindouros em alto mar sem bagagem. Na segunda vez, a passeio, e com muito mais tempo para aprecia-la de fato, tinha uma excitação de criança em véspera de Natal porque dali eu sairia rumo à minha tão sonhada (e inesquecível) viagem à Antártica. Então foi um prazer imenso voltar à cidade neste fevereiro a trabalho, a convite do hotel Arakur.

Arakur Ushuaia

Faltava mesmo na cidade, tomada em geral por hostels e b&b´s, um hotel mais bacanudo. Membro da The Leading Hotels of the World, o Arakur Ushuaia Resort & Spa está em soft opening desde meados do ano passado, mas só abriu oficialmente em dezembro. Localizado em meio a 180 hectares da Reserva Natural Cerro Alarkén (são 100 hectares de reserva natural de bosques, fauna e flora nativas, e mais de 1 km de margem do Arroio Grande de área), fica a pouco menos de 15 minutos de carro do centro da cidade ou 20 minutos do porto e do aeroporto internacional.

Arakur UshuaiaArakur Ushuaia

Construído em cobre, tem um projeto arquitetônico bem legal, baseado em padrões sustentáveis (dos argentinos Rubén Cherny e Augusto Penedo), que reutiliza a água das chuvas e, com muita entrada de luz natural em todos os quartos e áreas comuns, faz utilização bem inteligente da energia. A propriedade fica no alto da montanha Alarkén, como se fosse uma varanda natural a 250 metros acima do nível do mar, com vista panorâmica para a cidade de Ushuaia e a cordilheira. Tem decoração sofisticada toda feita com materiais naturais, como madeira, pedra, couro e lã (até os carpetes dos corredores que levam aos quartos são de lã natural, sem tingimento artificial).

Arakur UshuaiaArakur UshuaiaArakur Ushuaia

Os quartos (131 no total, mas realmente não senti toda essa quantidade de hóspedes na minha semana por lá, já que os horários de passeios e refeições acabam sendo diferentes para cada um) são bastante espaçosos e “inteligentes” (com dispositivo touch que traz todas as funções automatizadas, do despertador às luzes e abertura das cortinas), com janelões que vão até o teto e vista inclusive da banheira – vale insistir num com vista para o lago, que é mesmo espetacular. As bebidas do frigobar (sem álcool) estão incluídas na diária.

Arakur UshuaiaArakur UshuaiaArakur Ushuaia

A vista do quarto <3

A vista do quarto <3

 

Nas áreas públicas, seis salas de estar com lareiras (uma delas com o informal lobby bar) e janelas gigantescas convidam a relaxar, namorar, tomar um drinque, ler ou fazer tudo isso junto e misturado, com vista desobstruída para Ushuaia lá embaixo. Wifi e café da manhã buffet estão sempre incluídos e há opção de comprar pacotes com meia pensão (jantar) também.

Arakur UshuaiaArakur Ushuaia

A gastronomia enfatiza os sabores locais – chamados fueguinos por lá, como centolla, a deliciosa merluza negra e o cordeiro assado – no restaurante La Cravia; e o hotel deve ganhar um restaurante gourmet nos próximos meses.

Arakur Ushuaia

O lazer inclui fitness center também com vista panorâmica, saunas, piscina indoor aquecida e adoráveis jacuzzis ao ar livre, com a mesma vista desbunde para a baía. No menu de atividades próprias do Arakur, é possível fazer trilhas guiadas pela reserva ecológica onde está inserido (de 30 min a 2 horas), com guias do próprio hotel. E há uma funcionária ao lado da recepção, a Flavia, que se encarrega de reservar remises e fazer reservas em tours oferecidos por outras empresas da cidade, como a navegação pelo Canal Beagle, trekkings pelo Parque Nacional, tours 4×4 ao lago Fagnano, passeio à Ilha Martillo (pinguinera), sobrevoos de helicoptero etc.

Arakur UshuaiaArakur Ushuaia

Como está afastado do centro, oferece gratuitamente de hora em hora shuttles que levam os hóspedes até as imediações da San Martin e do porto até 21h (para sair à noite, o negócio é contratar táxis e remises mesmo para não perder a atmosfera adorável da vida noturna por lá). No inverno, oferecerá o mesmo sistema de shuttle ao longo do dia também para o Cerro Castor durante a temporada de esqui.

 

 

Dá pra ter mais informações sobre custos e fazer reservas aqui.

85 Flares Twitter 4 Facebook 76 Google+ 4 Pin It Share 1 85 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.