Hotel review: Four Seasons Firenze

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

 Que eu sou fãzaça dos hotéis da rede Four Seasons vocês já sabem. E acho que a gente nem precisa de pretextos pra decidir se hospedar num belo hotel. Mas, em se tratando de comemorar o aniversário da blogueira que vos escreve, tava aí um pretexto mais do que perfeito. E foi assim que eu comemorei meu niver muitíssimo bem no Four Seasons Firenze, em Florença .

 O hotel é muito, mas muuuuuuito maior do que se pode prever por fora: ocupa quase uma quadra todinha, um pouco acima da S.S. Annunziata, com dois palácios sendo divididos por nada mais, nada menos, que o maior jardim privado de toda Florença. Se der preguiça entre um e outro edifício, tem esses fofos carrinhos de golfe pra solucionar o problema 😉
A localização é excelente: são menos de dez minutos a pé até o Duomo, o que significa estar em pleno centro da cidade. Mas essa distância em minutos é suficiente pra ficar longe de toda a agitação da cidade, numa quadra bem residencial e tranquila.

 Eu fiquei no prédio menorzinho, com saída para a Via Caponi, chamado Il Conventino (o outro prédio, o palazzo principal, tem saída para a Borgo Pinti). Como acontece sempre nos quartos da rede, muito espaço, funcionalidade e bom gosto na decoração.

 E o tradicional mimo de boas vindas, claro.

 Aliás, reparem no close do cartãozinho de boas vindas como eles não acreditaram que eu estava me hospedando sozinha :-)))))))

 O pé direito alto e uma característica comum a todos os quartos, pelo que me disseram. E os janelões do antigo convento deixam entrar muita luz durante o dia.

 Belo banheiro, bem funcional, com tudo separadinho.

Detalhe do belíssimo jardim que une os dois edifícios

 A área social fica quase toda no Palazzo. Embora haja restaurante para o café da manhã e um micro business center também no Il Conventino, é no Palazzo que a vida do hotel realmente acontece, com o café, o bar, os restaurantes e esse lounge maravilhoso, acima.

A antiga capela hoje é sala para relax

Os detalhes incrivelmente bem restaurados e preservados do Palazzo estão em toda parte

Tranquilo durante o dia, o bar simplesmente LOTA para a happy hour

O serviço é super cuidadoso e atencioso, como também é comum aos hotéis da rede. Quatro brasileiros, por sinal, trabalham no hotel – uma das meninas no ótimo restaurante Il Palagio.

 Internet grátis nos business centers e paga nos quartos, a cada 24h.

 Ainda tem uma bela piscina outdoor, que eu acabei esquecendo de fotografar, sorry.

  Ao contrário da outra unidade italiana, em Milão, o foco do hotel – que tem baita cara de resort – não é nada business; pelo contrário: a maior parte de seus hóspedes é composta por casais e muitas, muitas famílias com crianças e adolescentes.

Os simpáticos cortadores de grama que se movem sozinhos pelos jardins durante as manhãs eram pura diversão para as crianças hospedadas

 E um adendo importantíssimo: TREMENDO spa, nota dez. São dez salas de tratamento, com todos os produtos e massagens tendo sido desenvolvidos pela própria equipe do spa, que só utiliza os produtos da Officina Profumo – Farmaceutica di Santa Maria Novella (os óleos são divinos!). Trata-se de uma das farmácias mais antigas do mundo, e ainda em funcionamento, que garante utilizar somente ingredientes naturais e seguir as receitas originais que monges criaram no século XIII.

Belíssimo aniversário 😉

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.