Spa L´Occitane na serra mineira

4 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 1 Pin It Share 3 4 Flares ×

Hotel Saint Michel abriu as portas do único Spa by L´occitane em Monte Verde

 

 

 

 

Dias ensolarados e mais quentinhos, noites mais chuvosas e friazinhas. Montanhas, trilhas, trekking, bike, footing entre as lojinhas, cafés e restaurantes da avenida principal. Monte Verde (a cerca de 160km de São Paulo), em Minas Gerais, é velho conhecido dos turistas durante o outono e o inverno; mas, acredite, é também um programão durante os meses verão. E, se por um lado, pouca coisa muda na atmosfera local e na maioria dos seus negócios no centrinho, os hotéis deste distrito da cidade de Camanducaia seguem se reinventando a cada temporada.

Estive em Monte Verde, velha conhecida minha, novamente neste final de semana. Mas pela primeira vez estive ali a trabalho, convidada a participar da inauguração do Spa Saint Michel by L´Occitane do Hotel Saint Michel, um dos hotéis mais tradicionais da cidade.

O Saint Michel inaugurou no último sábado, 14 de janeiro, o belo spa de 210 m2  (único do gênero em Monte Verde) com uma equipe de especialistas treinados para os 13 procedimentos que fazem parte do menu (aplicados com produtos L’Occitane das linhas Verbena, Karite, Lavanda e Amêndoas). Fiz uma ótima massagem relaxante de 50 minutos com produtos da da linha Lavanda, estreando uma das novas salas. Instalado na nova área construída em meio aos jardins do hotel, o Spa Saint Michel by L´Occitane está aberto também para não hóspedes – incluindo ainda opções de Day Spa e mix de tratamentos combinados.

Os dois mil metros quadrados na propriedade na Serra da Mantiqueira, além do spa novinho em folha, são ocupados por duas piscinas pequenas, uma sauna, uma quadra esportiva, uma brinquedoteca linda, salão de jogos, mini academia, dois restaurantes (inclusive um de fondue, o Saint Fondue, bastante conhecido na cidade) e 27 apartamentos com metragens que variam de 48 m2 a 60 m2  – e que passam por processo de renovação. Mas merecem mesmo atenção os 4 chalés (de 60 m2 a 120 m2) que foram recentemente inaugurados – e que devem virar doze até 2020, um produto bem diferente do que o hotel sempre ofereceu.

Os quartos têm todos lareira, TV a cabo, DVD e calefação – os da categoria “luxo” têm também hidromassagem. Mas diferença de infra-estrutura, aconchego e beleza dos chalés (que são, de fato, minha recomendação para estadia após visitar diversos tipos diferentes de acomodação na propriedade) é bastante significativa – e, claro, se reflete também nos valores das diárias (casal desde R$478 nos quartos e desde R$860 nos chalés, sempre com café da manhã e café da tarde, ambos estilo buffet, incluídos).

O quarto lindo do chalé

Os chalés – duplex ou triplex – são convite ao romance, perfeitos para escapadas em casal (embora o hotel aceite, sim, crianças): sala no andar inferior, suíte no andar superior, amenidades L´Occitane, lareira, diferentes varandas, jacuzzi dupla no banheiro e ofurô na varanda da suíte com vista para a Mantiqueira. O serviço de frigobar nos chalés é completado com máquinas Nespresso – mas ali cada cápsula custa R$6 (!!).

Situado a 800 metros do centro de Monte Verde, o hotel nasceu há 15 anos da paixão de Ricardo Lourenço e sua esposa Eli pelo destino – eles eram habitués de Monte Verde há décadas e fizeram o hotel nos moldes de sua casa de campo. Hoje, mais gente da família está envolvida no processo de repaginação do hotel, como a filha Magdalena, que encabeça essa nova fase. O nome escolhido para o empreendimento veio de outra paixão: o destino francês homônimo na Normandia, o Monte Saint Michel, e a devoção ao Arcanjo Miguel (que tem até altarzinho dentro da propriedade).

4 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 1 Pin It Share 3 4 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.