Ilha de Páscoa: pra finalizar

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Finalizar oficialmente, claro, que eu sempre vou lembrando de uma coisinha aqui, outra ali, depois  :-)))))

Mas, pra quando você for à Ilha de Páscoa, é bom ter em mente que:

– muita gente viaja levando mais comida que roupas na mala, dados os preços inflacionados e a qualidade duvidosa da comida em alguns locais. Mas isso só vale, óbvio, pra quem pode utilizar a cozinha de onde vai se hospedar.

– o atendimento é geral é lento, bem lento, e o pessoal nunca é muito simpático. Mas eles curtem brasileiros em geral.

– tome suco de frutas, sempre, desde o seu café da manhã. São todos incríveis, fresquíssimos, deliciosos; os melhores sucos que tomei na minha vida.

– os tours, acredite, não param em nenhuma lojinha para compras, felizmente. É tour mesmo, do começo ao fim.

– o peixe típico da ilha é o Kava-Kava, mas o salmão e o atum também são deliciosos, com sabor diferente ao que estamos acostumados. Só não recomendo muito os ceviches, fracos, fracos.

– o artesanato é bem menos interessante do que se poderia supor. Nesse ponto, fiquei frustrada.

– a ilha é segura, segura, segura. Andar por Hanga Roa é barbada dia e noite. Só não pode implicar com os rapa nuis, que são historicamente violentos e adoUram uma briga.

– quase tudo fecha para a siesta, das 14h às 17h, uma loucura. 

– há cães, muitos, muitos, muitos, soltos, vagando por toda parte.

– você encontra moais onde menos espera, uma delícia.

– a quantidade de solo travelers, sobretudo mulheres, é IMPRESSIONANTEMENTE ALTA. Surpresa agradabilíssima.

– a ilha é como um grande resort. Você vai encontrar todo mundo todo dia. Mas pense pelo lado bom: eu só conheci gente bacaníssima.

– o tempo em janeiro é excelente, sem chuvas, dias lindíssimos. Mas o sol é forte, MUITO forte, de matar. Leve estoque extra de filtro solar. 

– não importa que os custos de alimentação e hospedagem sejam muito altos para a qualidade do serviço que oferecem. A viagem à ilha será, provavelmente, uma das mais inesquecíveis que vc já fez. Marca, acredite.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.