Lojinhas tudo free

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Finalmente a onda das lojinhas de amostra chegou ao Brasil – e já não era sem tempo. Agora em maio e junho duas delas abrem suas portas em São Paulo com grandes promessas. E a verdade é que, falou em ganhar alguma coisa de graça, brasileiro pira, não e mesmo? Então essas duas lojinhas têm tudo pra bombar.
Pra quem ainda não conhece esse sistema – chamado de tryvertising, justamente por misturar a experimentação (try) com o idéia da publicidade (advertising), funciona assim: após um cadastro prévio, on line, vocè entra na loja em questão e pode escolher até cinco produtos por mês (não cumulativos) para testar ali na loja ou levar pra casa – de produtos de higiene a limpeza a eletrônicos. A contrapartida é, depois de experimentar os dados produtos (geralmente há um prazo de cinco dias ou uma semana), responder um questionário sobre os mesmos. São muitas empresas que colocam seus produtos nesse tipo de loja, antes do lançamento oficial, justamente para testar a receptividade do dito cujo.
Quem abre as portas agora em maio, dia 11, é o Clube Amostra Grátis – há uma taxa anual de R$50 para poder participar mensalmente. Em junho, ainda sem data definida para inaguração, abre a Sample Central (a imagem acima foi retirada do site deles) – a retirada dos produtos é grátis; há uma taxa de R$15 anual para o programa de fidelidade e o atendimento só funciona com hora marcada, o que é bem interessante.
Bora testar?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.