Luxo em pleno Amazonas – Amazônia pra gringo ver

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

A maioria esmagadora dos hóspedes à bordo do Silver Wind não gostava das escalas; eles curtiam mesmo os dias no mar, para aproveitar toda aquela paisagem deslumbrante do Amazonas com a maior mordomia e conforto possível.

Mas um passeio em especial conquistou um número recorde de participantes: a exploração do rio Guama, em Belém. O apelo era simples: entrar, de fato, na “selva amazônica”. Pois a APGV (Amazônia Para Gringo Ver) começa com um passeio de barco pelo rio Guama até parar às margens de uma de suas muitas comunidades ribeirinhas. Entusiasmados, descem todos do barco em direção à selva.

Logo na entrada, conhecemos o seu Jacinto, dono de uma pequena propriedade amazônica que, do alto de seus 67 anos, já deixou todo mundo boquiaberto logo de cara.

Acrobacias à parte – e nesse ponto muita gente já estava ofegante com a caminhada, a APGV continua floresta adentro, mostrando uma árvore centenária aqui

um inseto exótico ali

o guia sangra uma seringueira


e todo mundo se sente o próprio Indiana Jones mata adentro

Mas eis que, antes de partir, reencontramos o seu Jacinto, que oferece castanhas para todos os participantes da APGV enquanto exibe, para espanto geral, uma tarântula que passava por ali

e ainda tira sarro do turismo americano que, corajoso, a deixa escalar seu chapéu

Finda a caminhada, a APGV faz o caminho de volta até o barco e todos se despedem, satisfeitos, de sua incursão pela maior floresta tropical do mundo.
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.