Mais de Edimburgo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

 A internet hoje não está ajudando. Não ajudou em nenhuma das “paradinhas” durante o dia e muito menos está ajudando no hotel. Mas, para não dizer que não falei das flores, e como alguns leitores contaram que embarcam logo, logo, pra cá, vai aqui um resuminho do que já fiz por aqui em Edimburgo desde que cheguei:

 – no quesito restaurantes, fiz ótimas refeições no The Witchery, no Ondine, no Tigerlily e no estrelado no Michelin 21212. No The Witchery e no Tigerlily (o melhor serviço até agora) os menus de 3 passos são excelentes; no Ondine, nada surpreendente, mas ambiente cool e ótimas vieiras; e no 21212 o menu bacanudo de 5 passos (68 libras) vale o quanto pesa – mas ir no menu de 3 passos do almoço, por 28 libras, me parece bem mais razoável e recomendável. E, no mais, N opções na cidade inteira de refeições de dois passos de 8 a 15 libras.

 – pra quem curte pub, recomendo muito o simpático Teuchters Landing em Leith, dia e noite, bem legal. E comidinha bem boa.

 – dos passeios, fiz de tudo um pouco. A óbvia e gostosa Royal Mile, o Castelo de Edimburgo (não subestime: a visita deve durar pelo menos umas 3h; eu subestimei e deixei várias coisas sem ver, tô até pensando em voltar), o royal yatch Britannia e o Royal Palace

 – a New City vale super o footing, mesmo por quem não se hospeda na área. É gostosa e cheia de lugares legais dia e noite, e a melhor área de shopping para qualquer orçamento na minha opinião

 – os museus de Edimburgo valem MUITO e, como em Londres , a maioria é gratuita. National Gallery, Scottish Museum e Museum of the Mound são apenas três de todos que eu já vi e recomendaria até agora
– subir no Calton Hill e no Arturs Seat é genial. Muito, mas muito mais bonito que ver a cidade do Castelo. O Calton Hill é simplesmente fenomenal.

 – Dois bairros de Edimburgo que são fofura pura e super valem a visita: o intelectual Dean Village, de paisagem bucólica, belas galerias e casas super hypadas, e o gracinha Leith, a zona portuária totalmente revitalizada que virou point.

Keep tunned que já-já tem mais.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.