África do Sul: visitinha ao Mandela Capture Site

29 Flares Twitter 3 Facebook 26 Google+ 0 Pin It Share 0 29 Flares ×

DSC_0256 Um pequeno desvio para conferir a emocionante escultura erguida no local onde Mandela foi capturado nas Midlands

 

Deixamos o Fordoun, nas Midlands, para fazer nosso caminho de volta a Joanesburgo. Mas aproveitamos para fazer um desvio rapidex para visitar algo que, desde minha primeira vez na África do Sul, eu tinha curiosidade de ver: o exato local onde Mandela foi capturado antes de ser enviado para seus 27 anos de cárcere e reclusão em Robben Island.

A vida de Nelson Mandela contada no pequeno museu

A vida de Nelson Mandela contada no pequeno museu

No local, batizado de Capture Site, foi erguida uma escultura onde Nelson Mandela foi preso, como um símbolo da resistência contra o Apartheid e uma homenagem ao líder sul-africano. O responsável pelo projeto foi Christopher Till, diretor do Museu do Apartheid em Joanesburgo, e a execução ficou a cargo dos artistas Marco Cianfanelli e Jeremy Rose, que incorporaram o rosto de Mandela à obra.

Mandela Capture Site

De longe, a gente só vê estruturas verticais pretas fincadas no solo numa vasta área das KwaZulu Natal Midlands. É só quando vamos chegando bem pertinho que o rosto de Mandela começa a aparecer entre elas.

"the long walk to freedom"

“the long walk to freedom”

Mandela Capture Site

São 50 colunas de aço verticais com alturas entre 6 e 9,5 metros colocadas lado a lado.Bem próximo à obra, uma placa no chão marca o local exato onde é possível ver com extrema clareza sua face como que estampada na escultura. E, se chegamos muito perto, o rosto de Mandela desaparece de novo.

Madiba <3

Madiba <3

 

Mandela Capture SiteO mais legal é que não dá pra ver Mandela da estrada, mas a escultura, sim. É só depois de parar o carro, atravessar o pequeno museu (que conta a vida de Mandela) e caminhar ao ar livre por um caminho que corta a propriedade que podemos vê-lo. O nome dado a esse caminho?  “the long walk to freedom”; ou seja, a grande caminhada para a liberdade <3

A escultura se tornou um símbolo do status icônico de Madiba segundo as Nações Unidas e celebrações acontecem ali todo ano em seu aniversário, nacionalmente chamado de “Mandela Day”.

Para ingressar, é cobrada uma tarifa. mas no dia em que visitamos o local as bilheterias estavam lacradas e a entrada era franca pois o local está em obras para melhorias (e nos disseram que a entrada anda gratuita há um tempinho já).

Uma versão menor da escultura pode ser vista no Museu do Apartheid em Joburg.

29 Flares Twitter 3 Facebook 26 Google+ 0 Pin It Share 0 29 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.