Moda pra viagem 1

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Hoje vou tentar aqui uma nova “coluninha” de posts: a Mala Pra Viagem. Tenho recebido muitos emails e tuites de leitoras pedindo pra “ensinar” a fazer mala. Por enquanto, o tutorial não vem – mas tô pensando, sim, num passo-a-passo com fotos ou num videozinho quando fizer a próxima mala essa semana (vamos ver se rola), que é o que o pessoal mais tem pedido.
Enquanto isso não vem, vou tentar atender outra parte das solicitações, que é a de dar dicas de que peças levar numa mala de primavera-verão pra não deixar nada passar batido, não levar peças demais e estar sempre bonita e confortável. Claro que o que levar exatamente na mala depende de quem viaja (estilo é tudo, não?) e também do destino – afinal, uma mala de primavera-verão para a praia é bem diferente de uma para uma metrópole e tem gente que curte jeans e gente que curte mini-saia e shortinho (e ainda gente que curte tudo isso ou nada disso). Mas… vamos ver se ao menos as noções básicas funcionam aqui.

Na composição acima, estão indicadas algumas peças importantes numa viagem de “calor”:
– o velho e bom jeans, que não costuma falhar com ninguém
– Havaianas (essas são pra quem viaja em clima de Copa ou patriotismo profundo 😀 )
– blusinhas para dia e noite (o legal é caprichar nos acessórios para que uma mesma blusa ou camiseta possa ser usada tanto de dia quanto de noite, como acima o caso da camisetinha branca e do mini-vestido listrado, por exemplo)
– um sapato bem bom pra caminhar, como tênis ou sapatilha, confortável
– um sapatinho mais fofo pra sair na night, da sapatilha mais fashion ao saltão (vai do gosto da freguesa 😀 )
– bolsona pro dia, pra caber tudo ao longo do passeio, e clutch pra usar de noite
– biquíni, always (aliás, eu levo sempre, mesmo no inverno, porque amo piscinas térmicas, hammans e afins)
– óculos de sol e relógio (dá pra levar mais de um de cada porque não ocupam espaço na mala e a mudança deles já dá uma baita diferenciada no visual)
– uma pashmina que funcione como canga, cachecol, lenço e afins
– jaquetinha ou casequeto, porque a temperatura pode cair de repente, principalmente à noite

Como nunca é demias lembrar: pack light. Levar roupas de cores mais básicas, que combinem entre si, e acessórios mais diferentes, garante uma mala mais levinha, que a gente consiga carregar e não custe excesso de bagagem, e garante a criatividade na hora de dar uma mudada no visual, mesmo “repetindo” algumas peças ao longo da viagem.

Pras meninas que andam pedindo fotolog moda de rua, como eu fiz no ano passado em Paris , prometo que vou tentar fazer o máximo possível nessa viagem durante o verão europeu.

E, pros meninos, peço zilhões de desculpas por esse post feminino demais. Contamos com sua compreensão e volte sempre, plisss 😉

Dêem pitacos, por favor. Se funcionar esse estilo de post, logo, logo, vem o post com a mala de outono-inverno. Se não funcionar, eu penso em outras maneiras de postar o assunto, tá?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.