Nova York na "baixa"

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Parece que a campanha novaiorquina para manter sua imagem em alta no turismo internacional continua surpreendendo. A novidade agora diz respeito ao setor hoteleiro que, convenhamos, sempre foi o maior entrave para turistas na cidade, especialmente brasileiros. O novo programinha Open/Book está divulgando as datas do ano em que a cidade enfrenta “baixas” de ocupação na hospedagem. Ou, se você preferir, os períodos em que encontrará maior taxa de disponibilidade na rede hoteleira da Big Apple. Se você está planejando sua viagem para este ano ainda, vale ressaltar que, segundo o Open/Book, o feriado de Ação de Graças (Thanksgiving, de 16 a 22/11) e os dias antes do Natal (de 21 a 24/12) são os períodos “quentes” para você fazer sua busca com mais calma. Se seus planos são para 2008, confira aqui a agenda de períodos tranquilos na hotelaria novaiorquina para o ano que vem:

Janeiro – 1 a 29
Fevereiro – 1 a 17
Maio – 10 e 11; 22 a 27
Junho – 27 e 28
Julho – 3 a 6
Agosto – 21 a 31
Setembro – 1 e 2 e 28 a 30
Outubro – 8 e 9
Novembro – 23 a 27
Dezembro – 21 a 25

O Open/Book parece ser tão bacana que não lista apenas os períodos de “baixa” nos hotéis, mas também nos restaurantes e nas atrações culturais mais concorridas de NY.Ainda assim, vale lembrar que a chamada capital do mundo não tem esse apelido à toa: são mais de 44 milhões de turistas ao ano – e a campanha Just Ask The Locals quer aumentar esse número para 50 milhões até 2015, lembram?
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.