O lendario hotel Quinta das Lagrimas, em Coimbra

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Honestamente, nao posso me queixar. Nesses mais de sete meses repletos de experiencias nessa big trip, tambem tive a sorte e o prazer de conhecer belissimos hoteis vez ou outra. O ultimo da grande jornada europeia foi o lendario Quinta das Lágrimas , em Coimbra, Portugal.
O hotel, que opera sob bandeira da Relais&Chatêaux, ‘e historia em todo canto: dizem que foi exatamente na Quinta das Lágrimas (nome dado ao imenso conjunto de jardins dentro do qual o hotel esta inserido), no século XIV, que rolou o amor impossível entre o Príncipe Pedro e Inês de Castro – o local, aliás, ganhou esse nome porque teria sido justamente naquelas terras que Inês teria chorado pela última vez, ao ser trespassada pelos punhais dos fidalgos contratados pelo pai de Pedro para terminar com o romance de uma vez por todas. A Fonte das Lágrimas – que teria se originado das lágrimas da propria Ines –e a Fonte dos Amores ainda estão ali, no ambiente bucólico e extremamente aconchegante do entorno do hotel.
Não bastasse o conforto do quarto, o clima de relax total (o casarão é todinho rodeado por belíssimos jardins, campos de golpe, piscinas térmica e fria e spa) e o ótimo restaurante Arcadas da Capela (com estrela no Michelin), a decisão foi mais que acertada: ambiente perfeito para curtir os dias de chuva, chuva, chuva que passei na cidade – ainda mais com o fundamental detalhe de ter wifi gratuito no lobby.


O hotel tem um clima de hotel-fazenda, composto de um casarao principal antigo – com aquele piso de madeira que faz barulhinho, sabe? – e algumas construções novas, que foram incorporadas depois, com novos quartos, uma big piscina, dois restaurantes, galeria de arte e um belissimo spa com tratamentos, sauna e piscina aquecida.

A gente entra por aqui
E chega ao casarao

Ha 3 tipos de quartos: do Palacio, do jardim ou da ala nova, mais moderna. O meu era do jardim:


Como o hotel é patrimonio historico e o prédio antigo, alguns lugares acabam precisando mais de conservação que outros. Mas minha unica queixa de verdade foi com relação ao serviço de turndown, que apenas abria a cama e fechava as cortinas, sem dar uma ordem no banheiro e trocar as toalhas. Mas, claro, o pessoal da recepção providenciava isso rapidinho, mesmo tarde da noite.
Eu estava sozinha, infelizmente. Para os sozinhos, eh ambiente para puro relax e sossego. Para os casais, romantico, romantico, romantico. Alias, tinha pacotes otimos com hospedagem, cafe da manha, presentinho e tratamento no spa para os dois a partir de 132 euros.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.