Palm Beaches

1 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 1 1 Flares ×

InstagramCapture_dcfa9ec8-ba1c-4d9b-bf2b-b7a4edf03996 Para fãs de Miami e Orlando , hora de descobrir um lado mais sossegado da Flórida

 

 

 

 

Do aeroporto de Fort Lauderdale, levamos cerca de 50 minutos de carro a Palm Beach, que era o começo da nossa viagem de imprensa pela região (que depois de alguns dias seguiu pela chamada Paradise Coast). A estrada é boa, muito bem sinalizada e, mesmo estando nas primeiras horas da manhã, não pegamos congestionamentos.

Palm Beaches

Palm Beach (ou Palm Beaches) é uma região composta por cerca de 30km de praias à beira do Atlântico de Boca Raton a Jupiter, unindo nada menos que 38 cidadezinhas e distritos.  Mas, verdade seja dita, Palm Beach County é um destino da Flórida que ainda não ganhou fama internacional e só agora começa a despertar interesse dos brasileiros (apesar de hotelaços colocarem o destino em evidência ao servir de cenário para o casamento de celebridades, como, recentemente, o da atriz Sofia Vergara) – os próprios americanos ainda são maioria esmagadora entre os turistas por lá.

Palm Beaches

Palm Beaches

Entre os turistas habituais, o destino é famoso basicamente pelas praias, pelas compras e, principalmente, pelos excelentes restaurantes – e alguns deles merecem sim destaque. Mas há também espaço para fãs de polo e esportes de aventura, diversos museus e atrações kids friendly. Aqui, uma compilaçãozinha rápida do que ver e fazer e onde comer e ficar para quem quiser planejar uma escapada para lá durante uma visita à Flórida – seja como complemento à agitação de Miami, pré ou pós cruzeiro pelo Caribe ou, é claro, pré ou pós parques de Orlando.

 

Passeios

De praias a museus, são muitas as opções de tours e passeios pelo destino e arredores, como:

  • Henry Flagler Museum: um museu bem legal numa mansão cheia de pompa que consta a história do sujeito que praticamente “criou” Palm Beaches – a visita pode ser guiada e é bem interessante para entender como surgiu o destino e porque ganhou visibilidade
  • Outros museus legais que valem a visita para quem tem mais tempo: Norton Museum of Art
  • Passeios fora do óbvio: as apresentações do Kravis Center for Performing Arts, o Arts & Entertainment District (ou A&E District), Ann Norton Sculpture Gardens, Delray Beach Center for the Arts e o International Orchid Center
  • Fãs de polo: o destino tem um enorme centro para o esporte e outras atividades equestres, que recebe competições internacionais.

Palm Beaches

  • Sossego: passear de caiaque entre os manguezais e curtir praia mais deserta no John D. MacArthur Beach Park

Palm BeachesPalm BeachesPalm Beaches

  • Para quem vai com crianças, há opção do Palm Beach Zoo e da interatividade do South Florida Science Museum, Aquarium and Planetarium. O novissimo Manatee Lagoon acabou de abrir suas portas por lá, dedicado ao peixe-boi. Ou, para quem quiser muito, há também um ultra discutível Lion Country Safári, numa reserva com direito a girafas e zebras também.
  • Passear de bondinho em West Palm Beach

Palm Beaches

  • CityPlace: um complexo de gosto bem duvidoso mas que reúne diversas opções para compras (incluindo marcas populares como H&M), alimentação e entretenimento. Quem quiser fazer um footing na área pra conhecer, vale; mas melhor deixar para comer um quarteirão ao norte do City Place, no novo Wine Scene, um wine bar que é também galeria de arte bem legal.
  • Delray: essa, sim, a melhor opção para nightlife da região, com ótimos bares e restaurantes enfileirados na avenida principal do distrito
  • Nightlife: a Clematis Street é o endereço por excelência da massa boêmia de Palm Beaches, com diversos bares e restaurantes (com cara mais de fast food e texmex) enfileirados
  • West Palm Beach Food Tour: sinceramente, fiz o tour e não gostei. Visitamos quatro lugares famosos” mas medíocres da região, comendo um petisco em cada, enquanto caminhavamos alguns quarteirões e ouvíamos sobre a história de Palm Beaches. É um tour bastante comum por lá, mas acho que por 65 dólares (o preço do tour) se come muito bem em bons restaurantes da cidade.

 

Restaurantes

Verdade seja dita, Palm Beaches tem mesmo bons restaurantes, tanto que vive sendo apontada em revistas do setor como um dos principais destinos “foodie” dos EUA na atualidade. Meu preferido foi o Buccan, do chef Clay Conley, que não apenas tem pratos e drinks sensacionais como também um ambiente delicioso da disposição dos móveis e decor à trilha sonora (e ótimo serviço também) – e o chef abriu recentemente também um restaurante italiano por lá, o Grato.

Palm Beaches

Gostei muito também do sexy HMF, que fica dentro do The Breakers, meu segundo favorito da viagem.

Palm Beaches

E meu number 3 em preferência ficou por conta do sempre infalível Café Boulud na Worth Avenue.

Palm Beaches

 

Compras

Shopaholics podem rumar para o asséptico The Gardens Mall, com ótimas lojas e também bem tranquilo, quase vazio, para compras; ou os bons Palm Beach Outlets, que foram mesmo os melhores deals que vi em toda a viagem (dá pra ler mais sobre compras na região aqui).  Para compras mais exclusivas e diferentes, o melhor é rumar para a hypada Worth Avenue e o West Palm Beach Antique Row Art & Design District.

 

Hotelaria

Com proporções gigantescas, um spa novinho em folha e o The Flager Club, um hotel boutique de apenas 25 quartos dentro do próprio hotel de luxo recém aberto, o The Breakers dá mesmo o que falar na região – inclusive porque seus restaurantes estão entre os melhores de Palm Beach (abertos também para não hóspedes). Foi nele que Sofia Vergara se casou (com vestido da brasileira Martha Medeiros entre seus looks) e seus cliques na varanda de sua suíte no hotel correram o Instagram hashtags afora.

The Breakers

Na região central de Palm Beach, o destaque fica por conta do exclusivíssimo The Brazilian Court, um hotel boutique de design e cheio de bossa, que conta com um excelente Café Boulud. O hotel tem a melhor localização possível para os brasileiros – longe da praia mas pertinho do emaranhado de lojas da Worth Avenue 😛

E tem mais por vir na hotelaria local: um gigantão Hilton West Palm Beach acaba de abrir suas portas por lá com nada menos que 400 quartos, logo ao lado do centro de convenções, e um novo Mandarin Oriental deve abrir nas proximidades de Boca Raton no ano que vem. Mas, ao contrário do que muito brasileiro pensa, Palm Beaches não é destino só para ricos e famosos, não. Há inúmeras opções de hotelaria super acessível (como o Residence Inn Palm Beach Downtown) ou com vocação ultra familiar (como o Palm Beach Marriott Singer Island, recentemente renovado).

 

 

Clique aqui para ler sobre outros destinos nos EUA

1 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 1 1 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.