Paris se apaixona pelo seu Vélib

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Não é de hoje que o programa Vélib (http://www.velib.paris.fr/) chegou à Paris ; mas foi só agora que a capital francesa caiu de amores pelos roteiros sobre duas rodas. Seguindo o exemplo de cidades como Amsterdã e Barcelona , Paris está assumindo, finalmente, sua paixão pelo “veló”. Faz décadas que o ciclismo é um esporte tão popular para os franceses quanto o futebol é para os brasileiros, mas foi somente nos últimos meses que os parisienses decidiram que esta paixão não seria mais um caso platônico. Muito além do Tour de France, Paris está vivendo sobre duas rodas no dia-a-dia. O prjeto Vélib, da prefeitura parisiense, estima que 50% dos trajetos feitos de carro tenham menos de dois quilômetros de percurso; assim, estão sendo colocadas nas ruas de Paris vinte mil biciletas para locação em mais de 1.400 pontos em toda a cidade (praticamente um a cada 300 ou 400 metros). Em esquema self-service, tanto faz onde você tenha retirado a bicicleta; o mais importante de tudo é deixá-la em alguma das estações credenciadas dentro do prazo adquirido. O preço é mais que convidativo: o passe de 24h custa um mísero euro! Lançado em 15 de julho, o projeto tornou-se um sucesso tão grande que muitos franceses já estão cogitando adotá-lo como veículo oficial para os deslocamentos cotidianos. Apesar da tristinha cor cinzenta. as bicicletas do Vélib vieram com tudo pra ficar e deixar Paris mais sedutora ainda.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.