Paris, sempre Paris

1 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 1 Pin It Share 0 1 Flares ×

Paris Que alagada, que nada! Paris continua incrível e convidativa como sempre       Oh, oui, vou falar de Paris de novo aqui. E insistir de novo um pouquinho num assunto já abordado aqui em outras oportunidades: o quanto a cidade está sofrendo com o cancelamento de viagens de turistas do mundo inteiro (incluindo números muito expressivos de brasileiros) equivocadamente. Paris Acabo de deixar Paris, e mais uma vez já morrendo de saudade. Com direito a duas escapadas lindas (uma a Casablanca, no Marrocos, e outra a Reims, Épernay e outras lindezas da Rota do Champagne), passei dias incríveis na cidade ao longo de quase duas semanas. Paris Cheguei bem quando diversos jornais e sites se valiam do sensacionalismo para dizer que “Paris estava alagada”. Não, não estava. Não estava mesmo. Alguns bairros da periferia da cidade sofreram com a cheia dos rios e o excesso de chuvas, e dois museus grandes, o Louvre e o D´Orsay, fecharam suas portas no final de semana como medida de precaução na proteção de suas obras de arte, caso o Sena subisse exageradamente. Paris Na segunda-feira, o nível do rio já tinha baixado, os museus reabriam as portas e a cidade continuava linda – ainda que molhada – como nunca. Mas mais vazia do que se esperaria do pré-verão parisiense, com a Eurocopa dando as caras – porque muitos turistas, influenciados pela cobertura internacional, tinham cancelado suas viagens à Paris, como já tinham feito em janeiro de 2015 pós Charlie Hebdo, em novembro pós atentados de Paris e até neste ano pós atentado de Bruxellas. Como eu sempre digo, tudo é sempre pior, mais grave na CNN; assim como muitos gringos acham que o Brasil todo é pura favela, floresta, enchentes e guerra entre traficantes, muita gente achou que a cidade estava realmente debaixo d´agua. Que não era mais segura. Ledo engano. Paris Peguei alguns dias de chuvinha fraca e insistente, mas outros dias lindos, ensolarados, de céu muito azul. Uma quantidade impressionante de policiais e soldados patrulhando o aeroporto, as estações de trem, ruas, praças, atrações, metrô. Um clima gostoso de semi-Copa-do-mundo com os torcedores que apareciam por lá para os jogos. Restaurantes incríveis, comida deliciosa, museus sempre surpreendentes – e até a torre Eiffel mudando de cor o tempo todo por causa dos jogos. Paris Fiquei hospedada num apartamento adorável do À la Parisienne, especializada no aluguel de imóveis de temporada para brasileiros na cidade, com atendimento pura simpatia em português e apê equipadíssimo; e depois, entre escapadas, nos pequenos e fofíssimos hotéis boutique L´Antoine, no 11eme, e Baume , no 6eme –vou falar de tudo isso com mais detalhes mais pra frente. Paris Fiz um tour gastronômico delicioso (e o mais consistente e interessante do gênero que já fiz, uma guia francesa maravilhosa) com a empresa Meeting the French, reservado através do Magariblu, que agora virou também uma agência de viagens customizadas mara! E reencontrei amigos para jogar conversa fora, tomei drinks incríveis no excelente bar do Le Bristol (da Leading Hotels of the World), almocei divinamente no sempre impecável Le George, o restaurante mais novo e cool do Four Seasons George V Paris (e meu favorito, pelo ambiente mais descontraído, pela luz natural abundante e pelos pratos tão ousados e saborosos!), e passeei muito, muito, muito pela cidade. Como sempre, e feliz da vida. Paris Então fica atento que mais dicas (e relatos mais específicos) sobre a viagem vão aparecer aqui. Mas, please, não cancele férias potencialmente maravilhosas na cidade luz por se impressionar com uma ou outra manchete sensacionalista. Leia mais, busque as informações atualizadíssimas do Conexão Paris (cujos autores moram lá) e não tome decisões precipitadas, ok? Acho que o verão vai ser lindo (e quente, quente, quente) por lá.     p.s.: tem montes de fotos e dicas da viagem lá no Instagram. E aproveita e dá uma olhada no meu Snapchat  (maricampos.mc) novinho 🙂

1 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 1 Pin It Share 0 1 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.