Primeras impressiones ;)

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Cheguei em Buenos Aires na hora do almoço, com atraso para decolar e para pousar – mas o vôo até que foi ok (digamos que estou aprendendo a sofrer menos com as turbulências, tremores e afins, tentando encarar – como se isso fosse possível! – essa história de voar como algo mais ou menos normal).

O tempo estava ótimo, menos frio que em Sampa, com uma tarde linda e agradável. A Plaza San Martin estava lotada de gente aproveitando o bom tempo e deu até pra ver os l’open tour à moda portenha.
A chegada no apê, com quinze minutinhos exatos de atraso, foi tranquilíssima. A proprietária , Soledad, e um rapaz do BYTargentina estavam à minha espera, explicaram tudo tintim por tintim, fiz os pagamentos, assinei todos os termos e voilá!
A verdade é que eu troquei de apartamento há uns 15 dias, visando um mais modernoso e equipado mas razoavelmente mais caro – e a troca não foi tãaaaaao inteligente assim; o apartamento parecia, sim, muito mais bonito e arrojadinho no site do que ao vivo e a cores. É bem interessante, mas está bem acabadinho.

A internet não funcionou wifi, mas com o cabo tá funcionando perfeitamente. Houve uma panezinha elétrica perto das seis da tarde, mas em 10 minutos o marido da Soledad, o Pablo, chegou aqui e arrumou tudinho – depois do coitado do porteiro ter tentando resolver, subindo e descendo, por mais de meia hora, tadinho…

Há muitos detalhezinhos no apê que o site não mostra, como infiltrações, manchas e coisinhas quebradas aqui e ali.


Sem contar aqueles detalhes que só existem em Buenos Aires
Mas a sensação de voltar “pra casa” no final do dia, ter a sua chave, fazer o supermercado – coisas que eu não fazia desde minha temporada em Salamanca, em 2004 – é mesmo muito boa. Até agora tá valendo 😉

P.S.: Gente, vcs não fazem idéia como os preços de tudo subiram vertiginosamente me BsAs do reveillon pra cá! Decepcionei… 🙁

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.