Sete anos de blog

244 Flares Twitter 5 Facebook 233 Google+ 6 Pin It Share 0 244 Flares ×

Mari Campos Pelo MundoLá se vão sete anos de aventuras na blogosfera. Obrigada pela companhia!

 

 

Pode ser chavão mas, juro, parece mesmo que foi ontem. Era abril de 2007 quando esse blog (originalmente hospedado no Blogger/blogspot, que descanse em paz) entrou no ar pela primeira vez. Eu estava prestes a largar meu vínculo CLT com o jornalismo para virar, então, unicamente freelancer (o que vem dando certo até hoje, toc toc toc) e achei que podia ser interessante ter um espaço gratuito, livre, onde eu pudesse escrever o que quisesse, sem editor nenhum cortar ou modificar meu texto 😀 Inspirada pelo trabalho mestre do Riq Freire, o indiscutível precursor dos blogs e blogueiros de viagem brasileiros, comecei com textos tosquinhos, desajeitados, ainda sem saber direito (acostumada a trabalhar somente com veículos impressos) como escrever para internet. Aliás, sem nem saber direito os mais simples recursos técnicos de um blog, #shameonme.

Desculpe-me a pieguice, mas foi muito, muuuuuuito mais legal do que eu poderia imaginar, então. Foram sete anos bem, bem, bem felizes aqui até agora – e espero que outros lindos anos venham pela frente. O blog agora tem endereço e layout novos, mas a essência é a mesma desde o começo (e parte do conteúdo ainda inspirou a publicação de 3 livros meus pela Verus/Record).

Não sei se os blogs de viagem serão necessariamente o “futuro do mercado” e continuo achando, como jornalista, que poucas coisas nesta vida conseguem ser mais prazerosas que ver meus textos publicados nos jornais e revistas do Brasil e do exterior com os quais colaboro e que admiro. Nem tenho a pretensão de tornar o Pelo Mundo “pro”, rentável ou comercial (ao menos por enquanto) – gosto dele assim, simples, direto, honesto, caseirinho, sem fins lucrativos nem frescuras. Mas acho indiscutível o alcance dos blogs e mídias sociais hoje em dia e a-do-ro a interação com os leitores que só o blog é capaz de dar. Repito o que já disse antes aqui: criar o blog foi, provavelmente, uma das decisões mais acertadas (ainda que desajeitadas 😛  ) que já tomei.

Pelo Mundo Mari Campos

O blog trouxe muita gente legal pra minha vida! Gente que me pede ajuda para decidir suas férias há anos e que me ajuda com dicas quando quem pede um help para uma nova viagem sou eu. Gente que confia no que eu escrevo porque sabe que eu jamais recomendaria um hotel, passeio ou experiência que não tivesse mesmo apreciado. Gente que divide aqui as dores e as  delícias de explorar o mundo em sua própria companhia, das dúvidas apreensivas pré-viagem aos relatos empolgados pós-viagem. Gente que envia emails dos mais queridos só para agradecer as dicas e contar como foi sua viagem inspirada nos posts que leu aqui. E, claro, também gente que saiu do mundinho virtual e entrou no meu mundo “real”, já que alguns leitores viraram amigos e/ou queridos companheiros de viagem (mesmo que apenas virtualmente nas solo trips 😀 ), De 2007 pra cá tomei muitos cafés, sorvetes, taças de vinho etc com vários de vocês pelo Brasil e pelo mundo, não foi mesmo?

Tem sido um IMENSO prazer contar com a companhia de cada um de vocês, novo ou antigo leitor, durante esses lindos sete anos de blogosfera. Que a gente continue se encontrando sempre, real e/ou virtualmente, aqui e pelo mundo afora 🙂

Obrigada pela companhia!

244 Flares Twitter 5 Facebook 233 Google+ 6 Pin It Share 0 244 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.