Silversea volta à Amazônia esse ano

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Desculpem, mas preciso dar um tempinho na epopeia parisiense para contar essa. Lembra daquele cruzeiro que eu fiz com a Silversea, pela Amazônia, que até hoje eu cito como uma das melhores viagens que já fiz? Pois eles estao de volta!

A Silversea voltará às águas da Amazônia neste verão – mas nao mais com o Silver Wind e sim com seu irmao gemeo, Silver Cloud. Serão apenas duas viagens dessa vez, com duração de 14 dias no total para cada uma. A primeira sera rota de Bridgetown, Barbados, ate Manaus; e depois de Manaus ate o Rio de Janeiro , igualzinho em 2007. A bordo, alem do servico INCOMPARAVEL da Silvesea e sua gastronomia renomada, haverá palestras com o especialista em Amazônia John Harrison.

O Silver Cloud começara a nova temporada no Brasil, com uma escala em Buzios antes de seguir para o Caribe. O mais legal é que a Silversea está com uma promoção que dá 60% de desconto e bônus de até U$1.000, por suíte, para a próxima temporada. Portanto, quem quiser se aventurar por essa experiência que me foi absolutamente inesquecível, essa é a hora.

Os cruzeiros Silversea têm capacidade máxima para 500 passageiros e operam em sistema ALL INCLUSIVE, com todas as refeições e atividades (e até gorjetas!) incluídas, open bar com vinhos, champagne e drinks de primeiríssima durante toda a viagem e gastronomia francesa by Relais & Châteaux. Absolutamente fabulosa.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.