Swakopmund Museum: a história da Namíbia todinha num mesmo lugar

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×
A fachada acanhada e sem graça

 De Walvis Bay é muito fácil chegar a Swakopmund: além das excursões oferecidas e do aluguel de carros (vale lembrar que a mão é inglesa), do próprio porto saem também ao longo do dia ônibus com destino à essa cidade de colonização alemã por cerca de US$35. Do aeroporto também rolam ônibus semelhantes, por praticamente o mesmo preço.

Acervo pouco protegido e mal conservado, mas muito vasto

 Uma vez em Swakopmund, as distâncias não são assim tão grandes e dá pra fazer tudo a pé, ainda mais se a ideia for como a minha: só um bate-e-volta. Entre praia, uma infinidade de lojas e cafés, restaurantes, vendedores de rua e casas de inspiração alemã por todo canto, uma das coisas mais legais pra se fazer na cidade é visitar o Swakopmund Museum.

O ser humano que aparece nessa foto não faz parte do acervo 😉

 Apesar de bem pouco tentador por fora e mal organizado por dentro, reúne um acervo precioso: um pouquinho de toda a história da Namíbia, desde a pré-colonização, está guardada lá. E tem de tudo mesmo: plantas, animais empalhados, cerâmicas com séculos de história, objetos dos primeiros povos do país, um maquinário impressionante (de máquinas do campo até impressoras do começo do séc XX) e até cômodos fielmente reproduzidos, como um interessante consultório odontológico de meados do século passado. Miniaturas tipo “General Custer” contam as histórias de disputas de terra e colonização.

O consultório é um dos quase dez cômodos reproduzidos no museu
Objetos tribais estão por toda a parte
Animais empalhados aos montes

Fica bem à beira-mar, numa prainha fofa, e são apenas 2,5 euros para entrar.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.