Tá de olho num cruzeiro? A hora é agora!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

Nessa semana, a sempre ótima Practical Traveler do NYT publicou uma coluna bem, bem legal abrindo os olhos de quem anda sonhando com cruzeiros. Ela defende o raciocínio, e com razão, que depois de um incidente como o que o mundo inteiro testemunhou com o Costa Concordia as armadoras não poupam descontos para manter sua ocupação de cabines em dia.
E isso é fato. Caíram os preços de roteiros no Caribe e Mediterrâneo em várias armadoras, sobretudo para roteiros agora no 1o. semestre – sempre tem aqueles apavorados que cancelam uma viagem quando ficam sabendo de algum acidente.
Na coluna, que vale mesmo a pena ler (em inglês), ela recomenda vários consolidadores para buscar ofertas (como o cruisecompete.com, por exemplo, que é mesmo excelente), cita nominalmente várias armadoras que estão dando descontaços em seus roteiros e recomenda que, mesmo que não seja seu budget costumeiro, você não deixe de olhar as ofertas das armadoras de luxo (cita travessias por menos de 1500 dólares na Crystal, por exemplo).
E ela está certíssima: ontem mesmo vi que a Silversea, que vocês sabem que eu adoro e é a armadora desse último cruzeiro Brasil-África que vocês todos acompanharam por aqui, está dando baita descontos em vários roteiros nesse primeiro semestre – tem viagem pelo Mediterrâneo por menos de dois mil dólares e vários itinerários em que solo travelers pagam apenas 5% a mais que quem viaja em cabine dupla. Vale ver.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.