Transfer aeroporto-hotel em Miami

16 Flares Twitter 3 Facebook 13 Google+ 0 Pin It Share 0 16 Flares ×

Miami TransferOpções para quem não quer dirigir no trajeto de chegada e saída da cidade

 

A novela Miami sem carro continua por aqui 😀

Como eu fiquei em Miami na ida e na volta no cruzeiro (na ida em Downtown, na volta em Miami Beach), e não queria alugar carro em nenhuma das duas estadias (tenho essa mania de fazer Miami sem carro e odeio chegar cansada de um voo longo e ter que dirigir), optei por dois serviços de transfer diferentes (traslado, shuttle ou como você preferir chamar 😉 ) para fazer o trajeto aeroporto-hotel-aeroporto nas duas oportunidades.

Como viajo muito sozinha, sou fã dos sistemas de shuttle vans, que diminuem consideravelmente os custos do deslocamento entre hotel e aeroporto. E ainda nos livram de eventuais chateações como ter que discutir detalhes da tarifa com taxistas menos corretos etc.

Miami Transfer

A tradicionalíssima “blue van” do Super Shuttle

Na ida, reservei o Super Shuttle, velho conhecido das minhas visitas anteriores à cidade e serviço também já utilizado em outros destinos dos EUA (uso sempre em Nova York , por exemplo).  O ideal é reservar online antes de embarcar, mas os quiosquinhos do Super Shuttle são abundantes (tem um bem na saída do desembarque internacional J, que é um dos terminais mais usados pelos brasileiros) e fáceis de encontrar; quem esquecer de reservar pode apenas dirigir-se a um deles e dizer o nome do hotel ou endereço para onde está indo que funciona (mas às vezes é preciso amargar uma espera até a saída da próxima van). São US$15 por pessoa para endereços em Downtown. Quem está em grupo pode pegar a van toda, desde US$63, e quem quer carro sedan privativo, tem desde US$70.

O Lincoln Car mega confortável da Go Airport

O Lincoln Car mega confortável da Go Airport

Na volta, para ir e voltar a South Beach, resolvi experimentar a Go Airport Shuttle, que é hoje a maior fornecedora de transportes de e para aeroportos do mundo (atende não só Miami e outros destinos nos EUA como México, Paris , Londres e outros). Como eles não operam shared rides (os transfers em vans compartilhadas) nesse trajeto aeroporto-Miami Beach-aeroporto, fiquei com o private car (desde US$80), cujo motorista foi mega profissional e atencioso tanto na ida quanto na volta (e ainda me mandaram um Lincoln Car lindo de morrer, paxonei). Gostei muito.

As mesmas indicações valem para quem vai direto do aeroporto ao porto de Fort Lauderdale (ou a Port Everglades) para embarcar num cruzeiro: ambas empresas possuem vans compartilhadas e privadas que fazem o roteiro diariamente – e sem problemas de acomodação de bagagem caso sejam várias pessoas viajando juntas. Mas reitero: convém reservar antes para desembarcar e já ter o carro te esperando 😉

16 Flares Twitter 3 Facebook 13 Google+ 0 Pin It Share 0 16 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.