Um giro pelo Mercado de Carcassone

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

 Vocês sabem que eu ADORO fuçar em mercados em outros países. A bem da verdade, adoro inclusive fuçar em supermercados lá fora (e olha que eu odeio fazer supermercado em casa!). Acho muito, muito legal mesmo a gente entender um pouco da cultura local vendo o que e como as pessoas compram, consomem por ali.

 Na França, assim como na Itália, as feiras de rua têm um papel importantíssimo no cotidiano das cidades, sobretudo nas menores; mas os mercados continuam sendo lugares assim, mezzo sagrados, para os fãs da boa cozinha. E o que mais me surpreendeu no Mercado de Carcassone foi que, além de pequeno, era limpíssimo e ultra organizado, como poucos que já vi por aí.

 Um único andar, um edifício em forma de quadrado, e os stands dispostos lado a lado, bem bonitinhos. Tipo dois de peixes, dois de queijos, dois de carnes, e assim por diante. Com “vitrines” cheias daquele jeito todo francês de expor os animais inteiros, as aves sempre com cabeça e pés etc.

 A barraca central é a mais legal: ali dá pra fazer uma boquinha in loco, com ostras frescas de diferentes tipos (salgadíssimas!!! mas deliciosas), trocentos tipos diferentes de queijos locais e vários rótulos de vinhos da região também.

Flagra! Olha só quem estava degustando ostras no mercado também: Jérôme Ryon, do La Barbacane, o único chef com estrela Michelin da cidade
Geléias e compotas de violetas, super emblemáticas da cidade

O Mercado fica no centrinho comercial da cidade nova de Carcassone, a cerca de 20 minutos de caminhada para quem estiver hospedado dentro das muralhas. Mas tem que ir de manhã, que à tarde fica fechado. O melhor é ir lá pelas 11h, assim você ainda acha tudo fresquinho e já está num horário, hum, digamos, adequado, para abrir os trabalhos gastronômicos com as degustações de queijos, ostras e afins 😀

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.