Wine safari em Stellenbosch

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×
O carro que leva os turistas pelo wine safari estacionado em frente à entrada da propriedade

 África do Sul me lembra, antes de qualquer coisa, safáris e vinhos. E a ordem dos fatores na lembrança não altera o produto 😀  Foi por isso mesmo que achei muito acertada a ideia da Waterford State de oferecer a quem a visita a possibilidade de fazer, além dos tours/degustações tradicionais, um “wine safari”.

Espumante com simpatia para abrir os trabalhos

 A atividade é bem bolada: a gente anda por toda a propriedade numa Land Rover tipicamente usada nos game drives sul-africanos, abertinha igual e da mesma cor. Mas o pulo do gato é que a gente não somente percorre grande parte da propriedade de 120 hectares, rodando por estradinhas de terra entre os vinhedos por mais de duas horas, como, ao longo do trajeto, fazemos paradinhas estratégicas cheias de charme para degustar os três vinhos propostos para a atividade.

Depois de visitar a parte de produção e armazenamento dos vinhos…
… passamos ao safári propriamente dito

 As degustações acontecem em charmosas mesas de madeira para picnic, devidamente guarnecidas de toalha, taças e petiscos (salames, queijos, castanhas etc), à sombra de alguma grande árvore.  Quem guiou nosso passeio, numa tarde linda e ensolarada de março, vejam só, foi o próprio Kevin Arnold, o super winemaker que é um dos sócios da Waterford – devidamente acompanhado de seu cão, é claro. A Waterford, que fica aos pés da montanha Helderberg, em Stellenbosch, optou por utilizar apenas metade de seu território para plantar vinhedos a fim de preservar a flora e a fauna naturais da região de Blaauwklippen, o que deixa a paisagem ao longo do passeio ainda mais bonita.

  A vinícola é relativamente nova, fundada em 1998, quando a família Ord comprou aquela que havia sido a primeira vinícola (Stellenrust Farm) de Stellenbosch. Chamaram, então, o casal Arnold para criar os produtos que oferecem hoje.

A mesa da primeira paradinha sendo preparada…
… e o winemaker (e gato) Kevin Arnold em ação em frente…
… e verso – se liga na camiseta do cara!

 Os tours regulares acontecem diariamente em vários horários mas os wine safaris podem ser feitos por um máximo de 10 pessoas e necessariamente reservados com antecedência. O valor não é barato (são 500 rands, quase 50 euros por pessoa), mas vale o investimento por ser passeio para uma tarde inteirinha e oferecer vinhos premium para degustação.

Nosso fiel companheiro de jornada pela vinícola 😉

Para entender bem sobre o terroir

 Acha too much? Então fique, ao menos, com a degustação de vinhos harmonizada com chocolates, que também ficou famosa por lá. São 3 vinhos e 3 tipos de chocolates diferentes para serem saboreados sem pressa, nessa combinação de sabores que, já sabemos, é das mais bem sucedidas do planeta 😉 A degustação, criada por Kevin Arnold e o chocolatier Richard von Geusau, inclui chocolates ao leite e amargo para serem degustados com Shiraz, Cabernet Sauvignon e vinho de sobremesa. Ela pode ser feita à parte, isoladamente, mas também está incluída no valor do wine safári.

Vinhos com chocolate ao final do tour

Delícia de passeio.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.