Antártida: Neko Harbour e glaciar Neko

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

 Depois da manhã lindona em Cuverville Island e de encher os olhos com tantas ilhotas e icebergs incríveis no canal Errera, mal dava pra acreditar, ao embarcar nos zodiacs para o desembarque da tarde, que estavamos tendo um dia tão perfeito.

 Já no caminho entre o Polar Pioneer e a costa demos de cara com essas duas focas preguiçosamente esparramadas sobre um iceberg pra aproveitar o solaço.

 Desembarcamos em Neko harbour dando de cara com o glaciar imenso de mesmo nome, coisa linda.

 Don, o expedition leader, levou metade do grupo (a outra metade desistiu no primeiro terço do caminho, que tava puxaaaaado) até o alto da montanha para termos aquela vista UAU do glaciar.

 Uau.

 Uau.

 UAU.

 Ficamos ali uns bons 40 minutos, quietinhos, para ouvir cada despreendimento do glaciar – quem já testemunhou sabe que por mínimo que sejam os tequinhos de gelo que caem o barulho é impressionante.

 Depois descemos (daquelas descidas puxadinhas, com os pés enterrados na neve; mas era tudo tão lindo que ninguém nem tchuns) e caminhamos pela praia, de cara pro glaciar Neko, por entre pinguins, observando as águas cobertas de tecos de gelo desde a margem até o navio.

 Disse o Don, que já viajou à Antártida trocentas vezes, que esse foi, provavelmente, o dia mais bonito que ele pegou por lá. Eu acreditei piamente 😉

E nossa sorte com o tempo não parou nesse dia, não.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.