Buenos Aires: os melhores passeios dessa vez

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Delícia voltar pra um destino que a gente (acha que) já conhece decor e salteado – como não há mais a obrigação de bater cartão em ponto turístico nenhum, a gente se dá ao luxo de andar à toa e de seguir qualquer indicação que pareça interessante.
E foi isso que eu fiz: graças a amigos, leitores e twitteiros de plantão (e um pouco de leitura e pesquisa, of course), fiz passeios incríveis pela primeira vez, como as adoráveis andanças pelos charmosos (e ainda ultra autênticos) bairros de Villa Crespo e Colegiales, que eu ainda nem conhecia. Valem pelo clima nostálgico e ultra tranquilo, pelas lojinhas de decoração fofíssimas e pelos restaurantes charmosos e super acessíveis – sem falar no fofo-fofo Hotel Querido, da brasileira Mariana Pereira, que eu tive o prazer de conhecer e visitar de surpresa durante as andanças (já tá anotadinho pra me hospedar aí numa próxima incursão porteña, viu, Mari?)
Palermo continua valendo? Sim, sim, porque ainda há ótimos restaurantes por lá, ainda que os preços tenham sido razoavelmente inflacionados nos últimos anos – dizem que até os vorazes consumidores dos outlets de Palermo diminuíram em função da subida dos preços.
E San Telmo? Honestamente? Achei que o bairro tá melhor que nunca. Com aquela aura de Palermo há uns bons anos, quando começou a virar hype. Fora do fuzuê da feira dos domingos, revela holitos charmosos cheios de gringos, restaurantes bem interessantes e cada vez mais lojinhas de design e pequenos ateliês. O bairro tem se transformado tanto que os antigos moradores dizem ter “medo que vire um novo Palermo” – bom visitar logo, povo 😉
Nos proximos posts, as dicas pontuais pra aproveitar o #damedosfeelings em hotelaria, programitchas, restaurantes e afins.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.