Cavalgando em Mendoza

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

 Tudo por culpa da Merel, que defendeu tão entusiasticamente a coisa, também quis participar da chamada “autêntica experiência mendocina” de passar um dia “no campo”, comendo assado, tomando vinho e… well, cavalgando.

 Quem me conhece sabe que não sou muito fã dos bichos – na última experiência do gênero, em janeiro, no Atacama, eu estava tão nervosa que o cavalo simplesmente se recusou a sair do lugar. Juro. Pois é, nem se podia chamar de experiência…

 Mas ontem, cheia de coragem (ô!!!), lá fui eu cavalgar com o pessoal da Finca El Puesto, onde fui passar o dia, com direito a um excelente churrasco, ótimo vinho e excelente papo. O resultado: duas horas e meia de cavalgada, cujos efeitos, claro, meu corpo sente super hj.

 O passeio foi lindo, com a cordilheira à nossa frente, um espetáculo. E o Índio, meu cavalo fofura, foi muito paciente comigo. Mas, confesso, precisei da ajuda dos universitários (leia-se o excelente e ultra paciente guia Cristóbal) na hora de descer a montanha em meio às pedras – ele acabou levando uma das rédeas pra mim, enquanto eu fechava um dos olhos de medo da descida… verguenza!!!

Mas valeu muito pela experiência, apesar das dores no corpo hj. Belíssimo passeio, visual desconcertante de tanta beleza.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.