Chicago: onde comer e agitar

22 Flares Twitter 5 Facebook 15 Google+ 0 Pin It Share 2 22 Flares ×

 

O ambiente descoladinho do Nellcote

O ambiente descoladinho do Nellcote

Nem só de passeios, tours e compras vive o viajante em Chicago, certo? Nem o jornalista em viagem à cidade 😀  Então aproveitei meus dias por lá – durante e depois do evento na cidade a convite da Marriott Hotels – para também testar lugarzinhos bacanas para comer e agitar no pós-lerês turísticos e de trabalho.

Vieiras do Goose Foot <3

Vieiras do Goose Foot <3

 

Ao final de uma semana na cidade, meus favoritos da viagem foram estes

Pelo folclório, vale o Gino´s East Pizza‎, praticamente uma entidade de Chicago no quesito deep dish pizza, a pizza de massa grossa como a de uma torta que é típica da cidade.

A pizza Chicago´s Fire (picantíssima!) do Gino´s

A pizza Chicago´s Fire (picantíssima!) do Gino´s

Para comer e agitar no mesmo lugar, valem muito o Nellcote e o Bar Novo. O descolado Nellcôte, no badalado West Loop, tem comidinhas ótimas de sotaque francês e, com decoração super trendy, pega fogo depois das 22h.  Aliás, West Loop está com tudo na vida noturna (falarei mais desse bairro adiante), com um fileira de barzinhos em sequência em vários lugares, sobretudo na Randolph St – agora no verão vários deles têm rooftops que ficam lotados, como o fofo Little Goat. O charmoso Bar Novo, dentro do Renaissance Chicago, é tremenda opção para a programação noturna também, com deliciosas opções de tapas e ótimos coquetéis, além de música ao vivo e ambiente bacana.

Nellcote

Porçõezinhas individuais no Nellcote

O ambiente gostoso do Bar Novo

O ambiente gostoso do Bar Novo

Para comer muito bem, indicoDavanti Enoteca, Florentine, Henri e Harvest. O adorável Henri é um pedacinho de Paris bem no coração de Chicago – culinária deliciosa com direito a atendimento de primeira, decoração bem parisiense e vista para o Millenium Park. No quesito restaurantes de hotéis, o Harvest, dentro do Marriott Mag Mile, também é baita opção: tudo o que eles servem, do pão e azeite aos legumes e vinho, é produzido localmente – inclusive ali no hotel mesmo, na maioria dos casos (até mel!). E o Florentine, dentro do JW Marriott,  também tem foco italiano na cozinha com ambiente todo modernoso – tivemos um ótimo jantar de imprensa ali durante o evento da Marriott. A novíssima Davanti Enoteca, localizada dentro do simpático Marriott Courtyard, é um must eat: produtos fresquíssimos, italianíssimos, e ambiente e atendimento nota 10 – a focaccia da casa é, como diria minha avó, de comer de joelhos!

Davanti Enoteca

A DI-VI-NA focaccia da Davanti

As vieiras gigantes do Harvest

Mas imperdível, imperdível mesmo é investir num fine dining e provar o menu degustação de 9 passos do jantar do excelente Goose Foot: além da irretocável comida do chef Chris Nugent, a esposa dele, a brasileira Nina, é quem faz as honras no salão na maior simpatia. Os nove passos vêm em tamanho perfeito para você apreciar cada um deles com tranquilidade (e sem exageros) e ambiente e atendimento são super sem frescuras – e o restaurante ainda é BYOB (Bring your own beverage), o que significa que você pode (e deve) levar seu próprio vinho sem nenhum custo a mais por isso. Como é pequeno, reservas são obrigatórias.

Ambiente e serviço sem frescuras e pratos impecáveis no Goose Foot

Só não esqueça de levar o menu do Goose Foot para casa: ele vem em paper seed, pra você plantar quando voltar 😉

22 Flares Twitter 5 Facebook 15 Google+ 0 Pin It Share 2 22 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.