Hilton Morumbi

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Um final de semana redondinho no novo Hilton Morumbi

 

 

 

 

No finalzinho de julho ótimo, passei um final de semana “de turista” em São Paulo, a convite do hotel Hilton Morumbi. O hotel foi completamente repaginado nos últimos tempos, ganhando uma recepção muito mais bonita, novos espaços e quartos novinhos em folha.

O hotel fica localizado dentro do Centro Empresarial Nações Unidas, com entrada pela própria avenida homônima e pela Berrini, a apenas 8km do aeroporto de Congonhas. Muito bem avaliado entre turistas de negócios – afinal, o fica pertinho dos maiores centros empresariais e financeiros da cidade – o hotel hoje foca também no público de lazer.

Apesar de afastado das principais atrações turísticas da cidade e sem metrô nas proximidades, o hotel fica próximo a dois shopping centers – Morumbi e JK – e o bairro do Brooklyn Novo, onde está inserido, está cada vez mais gostoso, com ótimas opções de bares e restaurantes.

Agora são 503 apartamentos de seis categorias distintas e distribuídos em 28 andares do Hilton Morumbi. Fiquei hospedada num quarto “bridge view” e recomendo muito: estes quartos acabam de ser reformados e ganharam mais bossa, luminosidade e espaço com o novo design – sem contar com a incrível vista para a Ponte Estaiada, um dos novos cartões postais de São Paulo.

O prédio espelhado fica bem de frente para a ponte e a vista da janela é mesmo puro deleite – difícil chegar a um consenso se fica mais bonita de dia, com o reflexo em outros edifícios, ou com a iluminação noturna. Os quartos ainda estão literalmente com cheirinho de novos; ganharam móveis mais modernos e cores mais claras e estão ainda mais espaçosos com a nova disposição. Ótima quantidade de armários e cabides e belo banheiro.

As áreas comuns são onde o design mais contemporâneo se exibe mais: o lobby de pé direito altíssimo ganhou novos móveis cheios de estilo – incluindo ombrelones impactantes, que lembram um abajur gigante. Há intensa luz natural durante todo o dia e a atmosfera muda drasticamente quando cai a noite e a iluminação artificial dá o tom.  O lobby ganhou um café delicioso, o Café Cino, também com belo design – e que estava cheio durante todos os períodos dos dias em que estive por ali. Ótimo café, bons petiscos e até opções para quem quiser uma refeição rapidinha.

Café da manhã e almoço são ambos servidos em estilo bufê no restaurante Armazén, também no térreo, localizado logo atrás do lobby. O bufê é impressionantemente farto, com diversas estações diferentes. No almoço, inclui também uma enorme estação oriental, pastas frescas e sobremesas feitas na hora.

Mas o grande destaque gastronômico fica por conta do Canvas Bar e Restaurante, o restaurante gourmet do hotel. Com cardápio contemporâneo e fusion, tem excelente serviço, ambiente meio romântico no jantar, ótima carta e uma impressionante adega premiada pela Wine Spectator.  Além dos ótimos pratos (incluindo entradas enormes, feitas para dois), o restaurante tem também uma galeria de arte deliciosa: passarelas de ferro suspensas foram construídas aproveitando o pé direito altíssimo, para que os comensais possam apreciar as diversas telas expostas no ambiente antes ou depois do jantar.

Não provei, mas bem ao lado do restaurante fica instalado o bar com direito a telão de alta definição que frequentemente está exibindo partidas esportivas. O local costuma ter música ao vivo na Happy Hour.  Para os membros elite do programa HiltonHonors, há um executive lounge com vista para a ponte Estaiada que oferece petiscos e café ao longo do dia, além de bufê de comidinhas e bebidas na happy hour.  E no último andar há uma academia completa, o Amazonian spa e uma belíssima piscina climatizada e coberta, mas com vista panorâmica para a ponte.

Gostei muito mais do hotel do que esperava. Inclusive pelo serviço, de qualidade impressionantemente superior ao que já peguei em qualquer outra propriedade Hilton em que já estive. O pessoal da recepção, principalmente, tinha padrões e estilo de atendimento daquele tipo que normalmente só encontramos em recepções de hotéis de luxo.

Minha única ressalva fica por conta do serviço de estacionamento, 100% terceirizado, que não combina em nada com a alta qualidade de serviço do hotel.

 

Clique aqui para mais informações sobre o hotel, preços de diárias, reservas etc. 

 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.