Reveillon em Copacabana!

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

 Enfim!
First time ever, passei uma virada comme il fault na praia mais famosa do Brasil. Virada em Copa: checked! 😉
Claro que todo mundo quer ver ao menos uma vez o reveillon em Copacaba, certo? Eu também 😀 Então, dessa vez, num esquema bem de última hora e bem express – cheguei na sexta e voltei no domingo, 1o. do ano, beeeeem cedinho, lá fui eu curtir o reveillon 2012 no Rio de Janeiro .

A muvuca já rolando solta no calçadão central – e os afortunados assistindo tudo de camarote dos apartamentos

 Foi o reveillon do guarda-chuva e da capinha transparente. A chuva bem que tentou atrapalhar: desde cinco da tarde ela começou a cair, fraca mas insistentemente, e não deu trégua, não. Mas nós também nos intimidamos: só atrasamos nossa ida à praia mas curtimos a contagem regressiva, os 15 minutos do show de fogos de artífício e tudo mais debaixo de chuva messss.

De amor, abraços, sombrinhas e fogos

A super queima de fogos e o Reveillon do Guarda-Chuva 😉

  Até pular sete ondinhas e jogar flores pra Iemanjá estiveram dentre as minhas atividades, porque, se é pra fazer, que seja bem feito, né? 😛 Só que a lesada aqui foi pular as ondinhas e jogar as flores com os chinelos calçados (#shameonme) e, no meio do processo, um deles se foi. Tsc Tsc. Principiante é #osso mesmo. Só que a primeira grande revelação de 2012 veio três ondas puladas depois: Iemanjá me devolveu, direto nos meus pés, o chinelo perdido!!!! Que seja um bom presságio :-))))))

Sorry pelas fotos tão artísticas :-S

 Depois da farra petit comite e de atravessar as multidões na areia – como bem disse minha amiga Meilin, é no Reveillon do Rio que a gente entende BEM o sentido de multidão e massa, uma loucura! – ainda fomos curtir um ADORÁVEL show da Blitz logo nas primeiras horas de 2012, com direito a todo mundo cantando tudinho suuuuuper empolgado e um Evandro Mesquita bem pra lá de Bagdá, desejando até Feliz Natal 😀

A Blitz pondo todo mundo pra cantar e dançar…

… e a Tijuca transformando a areia em Carnaval

 E, claro, a Unidos da Tijuca também, que virada sem ziriguidum não é virada no Rio de Janeiro, né?

O auspicioso chinelinho novo (agora já detonado pela virada) devolvido por Iemanjá 😀

Festa boa, viu?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.