Toscana: um dia perfeito

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×
Sente só o climão Bramasole do Laticastelli Country Relais

Sorry pela mudança brusca de ares. Na verdade, tenho zilhões de coisas pra contar ainda sobre Istambul , de hotéis e restaurantes aos passeios, tours e afins, que foram todos excelentes – tantos os novos quanto os que repeti. É que ontem já me xingaram no twitter que estou de volta à Toscana e postando sobre Istambul :-))))
Bom, quem me segue no twitter e no Instagram sabe que eu acabo de voltar a essa região leeeeeenda de morrer, agora linda e confortavelmente instalada no ótimo Laticastelli Country Relais, em Rapolano, bem pertinho de Siena.
O hotel é romântico, acolhedor, pura Bramasole, com uma história incrível. Mas é claro que isso vai ficar pra um outro post, pós término da hospedagem, como vocês já sabem. Por enquanto, vou aproveitar pra contar o dia P E R F E I T O que tivemos ontem. Quente, quentíssimo, céu azul, solão, linda despedida tardia do verão toscano.

Toscana de carro é mais gostoso

Saímos cedinho daqui direto à linda San Gemignano, para chegar a tempo de ver a feira de rua e estacionar o carro sem muita dificuldade (dica: estacionar o carro na cidade depois das 11h é baita dor de cabeça). Amo andar naquelas ruelas perfumadas de tanto Vernaccia e comidinhas que se vende em toda parte, com aquela cor avermelhada das pedras quando bate o sol (só não deu pra tomar de novo o gelatto da Piazza della Cisterna porque, pós um sirucutico que tive na última noite em Istambul, comecei devagar aqui).

Depois de passear muito por essa cidadezinha simplesmente adorável, hora de rumar a Monteriggione (fica um pouquinho antes de chegar a Siena). Encravada no alto de uma montanha, essa antiga fortaleza medieval é uma fofura. Minúscula, é parada perfeita para um almoço + footing. E bem enquanto almoçávamos fomos surpreendidos pela chegada de um monte de Lamborghinis que estacionaram bem em frente ao pátio do restaurante 😉

Depois… la bella Siena! Engraçado que eu visitei Siena num dia friozinho e meio nublado da primavera. Hoje, em pleno outono, um dia lindo de morrer, céu azul e solão, termômetro batendo nos trinta graus. TUDO lindo, ainda mais lindo que na minha lembrança: o espetacular Duomo (não deixe de comprar o ticket que dá direito a visitar também cripta, batistério, museu e mais um monte de atrações da cidade, tudo por 10 euros), a relíquia de Santa Catarina, as ruelas, o bairro judeu, a Piazza del Campo…

 Tudo isso com muita, muita calma mesmo, curtindo o máximo possível do #dolcefarnientefeelings, numa jornada aprovadíssima das 9h30 às 18h30 (o sol aqui tá se pondo às 19h, perfeitinho).

E num novo oferecimento Instagram ;-)))))

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

About the author

Mari Campos é jornalista formada e especializada em turismo e lifestyle de luxo, e colabora exclusiva e regularmente como freelancer há mais de treze anos com textos e fotos sobre o tema para portais, revistas e jornais no Brasil e em outros oito países. O conteúdo deste post foi elaborado e decidido pela autora tendo como único critério a relevância do assunto para os leitores do MariCampos.com. A menos que esteja escrito explicitamente "post patrocinado" em letras maiúsculas no início do texto do post, não há qualquer tipo de vínculo ou parceria comercial/editorial com as empresas, estabelecimentos e/ou serviços citados no texto nem qualquer tipo de remuneração pelo mesmo.